NiTfm live

Televisão

À terceira temporada, “Westworld” já não é a mesma série

Estreou a 16 de março na HBO. São oito episódios e Aaron Paul passa a ser um dos protagonistas.
Aaron Paul interpreta Caleb nesta história.

As primeiras duas temporadas de “Westworld”, produção da HBO, passaram-se no parque temático do velho oeste americano — apesar de este ser um universo futurista, em que os ricos podem pagar para fazer o que quiserem em determinado mundo, onde podem interagir com os hosts (robôs que se parecem exatamente como humanos) e, no fundo, experimentarem aquilo que quiserem.

Esse já não é o caso na terceira temporada da série, o que representa uma viragem grande no argumento. A estreia aconteceu a 16 de março — no total são oito capítulos e vai chegar um por semana.

Tendo em conta que passaram 16 meses desde a estreia da segunda temporada, talvez o melhor (mesmo para os fãs mais dedicados) seja recapitular os grandes acontecimentos da narrativa. A segunda temporada terminou com uma série de hosts mortos ou que transitaram para o estado/local que é referido como “Valley Beyond”, sendo que a Dolores fez o upload para “um sítio onde ninguém os vai encontrar”.

“Westworld” sempre foi uma série perita a ser misteriosa, complexa e com um nível de compreensão bastante acima da média. De qualquer forma, certo é que Dolores, Bernard e Stubbs (que deverá mesmo ser um host) estão vivos.

Além disso, Dolores matou Charlotte Hale e começou a habitar uma versão de host do seu corpo para planear a sua fuga (o que a tornou Halores, pelo menos como é referida pela equipa de produção). Depois, matou Bernard, antes de reconstruir tanto o seu corpo como o de Dolores na casa de Arnold.

Roubou ainda cinco pérolas — unidades de controlo, isto é, cinco consciências de hosts — e levou-as para o mundo real e para longe do parque temático de Westworld. Ficámos sem saber foi quem seriam esses cinco hosts.

Esta temporada vai basear-se muito mais no mundo real e no choque “cultural” (ou existencial) que os hosts vão ter ao conhecerem como vive a humanidade fora dos parques temáticos elitistas. Também já foi mencionado que, por causa disso, terá uma narrativa mais linear e menos difusa, e sem a presença regular de saltos no tempo.

Aaron Paul (estrela de “Breaking Bad”, série onde era Jessie Pinkman) é uma das grandes novidades do elenco. Em “Westworld” interpreta Caleb, um trabalhador da construção civil de Los Angeles que também está envolvido em atividades criminosas.

Ainda não sabemos bem como, mas é certo que vai ficar próximo de Dolores, sendo que Caleb é uma daquelas pessoas que nunca teria hipótese de pagar para ser um guest nos parques temáticos desta história. A personagem de Aaron Paul vai mesmo pôr em dúvida a noção que Dolores tem da humanidade, ao ver um lado tão diferente dela.

“Esta temporada é um bocadinho menos um jogo de adivinhas e foca-se mais na experiência dos hosts conhecerem os seus criadores”, disse um dos criadores da produção, Jonathan Nolan, à revista americana “Entertainment Weekly”.

Jeffrey Wright, que interpreta Bernard, também explicou a mudança de dinâmica nesta terceira temporada em declarações à “The Hollywood Reporter”.

“Estou entusiasmado por explorar a ideia dos hosts enquanto guests, já que o Bernard e a Dolores agora são guests [no mundo real]. A reflexão no espelho parece que se inverteu neste novo ‘Westworld’, e esse é o mundo humano. Acho que explorar o [fingir] ser humano enquanto hosts foi território rico.”

Entre as restantes novidades do elenco encontram-se Lena Waithe, Marshawn Lynch, Vincent Cassel (que será um vilão) e Scott Mescudi, que no mundo da música é mais conhecido como Kid Cudi. John Gallagher Jr., Tommy Flanagan e Michael Ealy são outros dos novos rostos. Quanto às personagens mais icónicas da série, não se preocupe que estão de regresso, seja de uma ou outra forma.