NiTfm live

Televisão

RTP vai ter uma série documental sobre os “Herdeiros de Saramago”

O programa vai contar a vida de 11 escritores portugueses vencedores do Prémio José Saramago.
O escritor morreu em 2010.

Criado em 1999, o Prémio Literário José Saramago premeia todos os anos uma obra literária escrita em língua portuguesa por um jovem português. Em junho, a RTP vai estrear uma série documental que conta a vida de 11 desses vencedores.

Chama-se “Herdeiros de Saramago” e é um projeto da autoria do jornalista Carlos Vaz Marques, com realização de Graça Castanheira, produzido pela Midas Filmes. Composto por 11 episódios, o programa vai mostrar as memórias, vivências e atividades destes autores que conduziram ao seu processo criativo.

Em entrevista à “Lusa”, citada pelo “Notícias ao Minuto”, Carlos Vaz Marques deu mais pormenores sobre os episódios. “O facto de Valter Hugo Mãe ser devoto de São Bento, mesmo não tendo qualquer tipo de credo religioso; o desejo secreto de João Tordo de voltar à casa onde cresceu e onde nunca mais tinha tido coragem de tocar à campainha; o culto do chá do abstémio Paulo José Miranda; a descoberta da vocação de contadora de histórias da mãe de José Luís Peixoto; o modo como a construção de uma biblioteca no bairro social onde nasceu foi determinante na vida de Bruno Vieira Amaral; a relação intensa que Ondjaki mantém com a memória da sua própria infância, assumidamente transformada pela ficção.”

Segundo a mesma publicação, “Herdeiros de Saramago” é uma série em que não há narração, apresentação, nem testemunhos de terceiros. Antes das filmagens, os produtores tiveram de fazer várias entrevistas com os escritores, leituras e releituras de livros e preparação de guiões.

A série estreia no mês em que faz uma década que José Saramago morreu aos 87 anos, em Tias, Espanha.