NiTfm live

Televisão

“Peaky Blinders”: tudo o que precisa de saber antes de ver a nova temporada

A quinta parte da série tem seis episódios e está disponível na Netflix a partir desta sexta-feira, 4 de outubro.
Reserve o sofá de casa.

“By order of the Peaky Blinders”, finalmente aconteceu. A série inspirada no verdadeiro e homónimo gangue que existiu entre 1890 e a década de 1930 está de volta à Netflix esta sexta-feira, 4 de outubro. Se o tempo que esperou pela quinta temporada de “Peaky Blinders” o fez perder a memória, a NiT ajuda-o a lembrar do que aconteceu nos últimos episódios da saga da família Shelby.

Situada nos anos que se seguem à Primeira Guerra Mundial, a história idealizada por Steven Knight sempre explorou os traumas enfrentados pelos protagonistas, sobreviventes das batalhas nos campos franceses, e os caminhos que escolheram nas suas vidas. A sua qualidade foi reconhecida e “Peaky Blinders” recebeu um BAFTA (British Academy of Film and Television Arts) para melhor série dramática. 

Se ainda não viu nenhum episódios desta série, (e não quer spoilers), é melhor parar de ler este artigo por aqui. A quarta temporada começou com a polícia a invadir a mansão de Tommy Shelby e a prender seus familiares e aliados mais próximos: Arthur, John, Polly e Michael. O líder do gangue vê-se obrigado a chantagear o governo britânico com uma carta privada do rei George V para que a família fosse poupada e eles não fossem executados.

Passada a tensão dos primeiros momentos, a família Shelby é libertada da prisão e volta para casa. Enquanto John e Arthur decidem morar nos campos ingleses e tentar acostumar-se a uma vida simples e longe dos crimes, Tia Polly ainda sofre com o trauma e entrega-se à depressão e aos medicamentos.

A partir daí, a narrativa leva-nos diretamente para as mãos do italiano Luca Changretta, personagem interpretada por Adrien Brody, que deseja vingança, depois de os Blinders terem assassinado o seu pai (Vincent) e seu irmão (Joe Cole). A sua missão é destruir o império construído por Tommy. Para isso, faz uma aliança com Alfie Solomons para matar o líder da família Shelby. Durante o embate, John morre e Arthur finge que morre também para enganar Luca.

Por acreditar que sua vingança foi concretizada, o italiano chega ao porão da família Shelby para assumir o seu novo território. Em vez disso, sofre uma emboscada dos seus próprios homens, que agora trabalham para Al Capone, graças a um acordo feito com Tommy, e Luca é morto por Arthur.

A perda de John faz com que Tommy e os outros revejam sua estratégia e percebam que nem sempre a vitória é certa. A partir daí, Birmingham torna-se um palco de guerra entre os gangues com muito sangue e baixas para ambos os lados. Entre tiros e corpos espalhados pela cidade, a quarta temporada prepara o terreno para um futuro curioso e que ainda não foi explorado na história dos Shelby.

A nova temporada estreia esta sexta, 4 de outubro, na Netflix, e arranca com o crash da bolsa de 1929. O recém-eleito deputado Tommy Shelby é abordado por um político carismático, Oswald Mosley (Sam Claflin), que tem uma visão arrojada para o Reino Unido. Shelby percebe que o seu papel nisto tudo não vai influenciar apenas a sua família, mas também o futuro do país. “Peaky Blinders” já conta com mais de 30 episódios e quinta temporada conta com mais seis.