NiTfm live

Televisão

“A Máscara”: sabia que os concorrentes estão a fazer playback no programa?

Segundo uma fonte ligada à produção, os participantes do formato da SIC nunca conseguiriam cantar com os fatos vestidos.
O programa estreou no primeiro dia do ano.

No programa líder de domingo à noite, “A Máscara” da SIC, o objetivo é que os investigadores (e o público) descubram quem são as personalidades que se escondem por trás daqueles fatos elaborados ao pormenor. A principal pista que têm é a voz — porque todos os concorrentes estão a cantar temas famosos.

No final de cada episódio, os investigadores César Mourão, Carolina Loureiro, Jorge Corrula e Sónia Tavares e o público presente escolhem um concorrente que se irá revelar. O formato estreou no primeiro dia do ano, 1 de janeiro, e é apresentado por João Manzarra.

Aquilo que talvez não saiba é que os concorrentes em palco não estão realmente a cantar. Segundo uma fonte ligada à produção, trata-se de playback, pois “a voz é gravada em estúdio”. “As vozes são dos próprios participantes mas, uma vez que têm as máscaras colocadas, seria impossível cantarem ao vivo”, diz à NiT.

Ou seja, se já tinha suspeitado de que a voz não corresponde aos movimentos do corpo — ou parece ligeiramente alterada e não totalmente natural — é porque se trata de uma gravação feita em estúdio.

Neste momento, todos os episódios de “A Máscara” já se encontram gravados. Na altura em que decorriam as filmagens, durante a semana aconteciam as sessões de estúdio para gravar as vozes, a marcação de palco e os ensaios.

A mesma fonte diz à NiT que os concorrentes usam uma submáscara (para não serem reconhecidos) quando chegam a estúdio, para fazerem as marcações de palco e até para irem à casa de banho. “Dentro do camarim não estão com máscara, uma vez que estão sozinhos.”

Os participantes não conhecem mesmo a identidade uns dos outros e nos bastidores de “A Máscara” existe um complexo esquema para que os investigadores e os vários concorrentes não se cruzem nos corredores nem no estúdio. 

“Estão em lados opostos. Cada área tem uma cor distinta de credencial, controladas por seguranças. A zona encarnada é a área dos participantes, com acesso extremamente restrito.”

Até agora, os concorrentes já desvendados foram Jel, Diana Ferreira, Mariana Pacheco, Sara Carreira, Rogério Samora, Francisco Menezes, Windoh, Maria João Abreu e João Paulo Rodrigues. 

Faltam ainda descobrir quem se esconde por baixo do fato do Corvo, do Pavão e do Astronauta. Um deles será o grande vencedor do concurso. “A Máscara” é um formato internacional que foi adaptado para Portugal e que tem sido um sucesso.

Leia a mais recente crónica do humorista Miguel Lambertini sobre o programa.

tags: A Máscara, sic