NiTfm live

Televisão

Já sabemos quem são os atores que vão protagonizar a sequela de “Gossip Girl”

A revista americana "Entertainment Weekly" anunciou o elenco principal da série.
A série original terminou em 2012.

Como diria a narradora da série no início de cada episódio, “spotted”: os atores que vão protagonizar a sequela de “Gossip Girl” foram revelados esta segunda-feira, 2 de março. Foi a revista americana “Entertainment Weekly” que avançou a notícia.

Emily Alyn Lind (“Code Black” e “Doutor Sono“), Whitney Peak (“As Arrepiantes Aventuras de Sabrina“), Johnathan Fernandez (“Lethal weapon“), Eli Brown (“Pretty Little Liars: The Perfectionists“) e Jason Gotay foram confirmados na produção da HBO.

Emily Alyn Lind, Jonathan Fernandez e Whitney Peak.

Kristen Bell regressará como a enigmática narradora, papel que já havia desempenhado na primeira série produzida pelo canal The CW. Apesar de ainda não ter data de estreia, sabe-se que a sequela fará parte da HBO Max, uma nova plataforma de streaming da HBO que vai ser lançada nos EUA durante esta primavera de 2020. 

A produção terá dez episódios e a história passa-se oito anos depois do final da série original, seguindo uma nova geração de adolescentes privilegiados de Nova Iorque, nos EUA, enquanto são analisados e comentados por uma “Gossip Girl” misteriosa. A continuação explora as mudanças sofridas pela cidade e pelas redes sociais no período desde 2012.

A equipa original está de volta para o novo projeto. Josh Schwartz e Stephanie Savage serão produtores executivos, sendo que o showrunner será Joshua Safran, que foi um dos argumentistas e produtores da série que durou entre 2007 e 2012 e que era transmitida no canal The CW.

“Lida com a maneira como o mundo está agora, de onde vem a riqueza e o privilégio e como lidamos com isso”, explicou Safran sobre a história no Vulture Fest, que decorreu em Los Angeles em 2019. “O que posso adiantar é que vai haver um twist e que tudo se relaciona com esse twist.”

Um dos planos do showrunner é incluir mais diversidade no elenco e no enredo. “Não havia muita representação na primeira versão da série. Eu era o único argumentista homossexual”, afirmou, acrescentando que desta vez haverá mais protagonistas de diferentes etnias e mais “conteúdo queer”.