NiTfm live

Televisão

Era uma estrela a espremer borbulhas no YouTube, agora vai ter um programa de televisão

Dr. Pimple Popper é seguida por milhões de pessoas, que adoram vê-la a limpar impurezas da pele de outras. Nojento ou relaxante?

Sandra Lee publica vários vídeos por semana.

É um fenómeno do YouTube. Lado a lado com “influenciadoras” de tendências de moda ou youtubers humorísticos, está uma dermatologista americana que é seguida por quase quatro milhões de pessoas.

O conteúdo do canal de Sandra Lee, que tem o nome apropriado de Dr. Pimple Popper, consiste em vídeos onde retira pontos negros gigantes da pele de pacientes, além de borbulhas, abcessos ou quistos, entre outros. É tudo bastante gráfico. Se pensa que tudo isto é muito nojento, a verdade é que os fãs dos seus vídeos dizem que é viciante e até relaxante.

Publica cerca de quatro vídeos por semana e as suas consultas são no estado da Califórnia. Faz descontos ou oferece tratamento às pessoas que se voluntariam para aparecer nas plataformas digitais — antes do YouTube, começou por ganhar seguidores no Instagram. Já são praticamente três milhões de pessoas. Nascida em Nova Iorque, Sandra Lee estou na Universidade de Medicina de Drexel e tem a própria linha de produtos para a pele, SLMC Skincare Products.

O sucesso na Internet levou Sandra Lee até à televisão: vai ter no TLC um programa com o seu nome “artístico”, “Dr. Pimple Popper”. Estreia a 11 de julho nos EUA e é composto por seis episódios de uma hora — a dermatologista já tinha feito um especial no mesmo canal de televisão. Chega a Portugal em setembro.

Os programas vão acompanhar todo o processo de tratamento. Os espectadores irão conhecer os pacientes, e perceber como é que a sua condição de pele — seja ela qual for — afeta a sua vida e as das pessoas à sua volta. Muitas vezes tratam-se de casos graves.

Depois, assistimos ao processo de extração das impurezas da pele e ao tratamento propriamente dito — além de vermos, a seguir, a forma como isso muda a vida dos pacientes. Um dos casos que já se sabe que estará incluído envolve um homem que tem uma pele como se fosse a de um elefante, dura e estragada, que limita a sua mobilidade e que está a obstruir as veias.

Não perca ainda quistos enormes a serem extraídos de zonas frágeis do corpo, como borbulhas nos olhos, ou pontos negros tão profundos que são necessárias pinças para os retirar.

Nunca se sabe o que é que a Dr. Pimple Popper vai encontrar quando anda à descoberta nos poros das pessoas — uma vez, a dermatologista encontrou um verdadeiro corno no escalpe de um homem. O melhor será ver o programa antes de comer.