Televisão

“Philip K. Dick’s Electric Dreams”, a série que quer ser a nova “Black Mirror”

Os episódios são futuristas e as histórias independentes. Bryan Cranston é um dos produtores. A estreia é esta sexta-feira, 12 de janeiro.

Bryan Cranston é um dos produtores.

As comparações são inevitáveis: passam-se as duas no futuro, os episódios têm histórias isoladas e fazem parte de serviços de televisão por streaming. Estamos a falar de “Black Mirror”, da Netflix, e da sua mais recente rival, “Philip K. Dick’s Electric Dreams”, da Amazon.

A primeira temporada está disponível a partir desta sexta-feira, 12 de janeiro, e as críticas têm sido positivas. Se em “Black Mirror”, as diversas versões do futuro estão sempre relacionadas com tecnologias assustadoras, aqui as narrativas são mais especulativas e fantasiosas.

Bryan Cranston é um dos produtores executivos e protagoniza um episódio, “Human Is”. O elenco conta com outros nomes conhecidos como Steve Buscemi ou Vera Farmiga.

Antes de avançar para o bingewatching, a NiT explica-lhe tudo o que tem de saber sobre “Philip K. Dick’s Electric Dreams”.

Qual é a história?

Dez episódios, dez histórias distintas. Todas apresentam uma versão do futuro com humanos que possuem poderes de telepatia, guias turísticos espaciais, fábricas de humanóides e outras tantas características de ficção científica.

De onde surgiu?

A antologia baseia-se em vários contos de Philip K. Dick com visões futuristas. Das obras do autor já saíram outras séries, como “O Homem do Castelo Alto”, e filmes, como “Relatório Minoritário” ou “Blade Runner” (baseado no livro “Do Androids Dream of Electric Sleep?”).

Quem desenvolveu o projeto?

A série é produzida por Michael Dinner (“Justified”), Ronald D. Moore (“Battlestar Galactica”) e Bryan Cranston. Tudo começou como uma parceria entre AMC e Channel 4 mas o primeiro canal acabou por desistir. Estreou nessa altura apenas no Channel 4, Reino Unido, a 17 de setembro de 2017 e foi entretanto comprada pela Amazon, que disponibiliza a temporada nos Estados Unidos e no serviço de streaming.

Quantos episódios tem?

A primeira temporada está dividida em dez partes.

Onde pode ser vista?

Em Portugal está disponível no serviço de streaming da Amazon. 

Quem faz parte do elenco?

Steve Buscemi, Timothy Spall, Greg Kinnear, Anna Paquin, Terrence Howard, Vera Farmiga, Richard Madden, Janelle Monáe, Maura Tierney e Bryan Cranston, entre dezenas de outros.

O que dizem os críticos?

“Vamos acreditar que esta é a forma das coisas que aí vêm: um sinal de que a televisão vai investir em força em contar histórias de ficção científica que sejam divertidas, visualmente apelativas e dramaticamente agradáveis”, considerou Maureen Ryan na revista “Variety”. “Cada episódio difere na aparência mas também no tom. Neste clima de binge [consumir os episódios todos seguidos], é bom ter algo que mereça bingewatching mas também que leve o seu tempo. ‘Philip J. Dick’s Electric Dreams’ é exatamente isso”, escreveu Rob Lowman no jornal “Los Angeles Daily News”.