Televisão

8 documentários e uma série para recordar (e chorar) a princesa Diana

Os filhos sentem que não a protegeram, há histórias inéditas contadas pela própria e a análise do que se passou na semana depois da sua morte, há 20 anos.

Diana morreu na madrugada de 31 de agosto de 1997, em Paris.

A 31 de agosto assinalam-se os 20 anos da morte de Diana, em 1997, apesar de parecer estranhamente recente na memória de todos. A popularidade da princesa não se esvaneceu e isso pode justificar o facto das televisões, e também publicações, terem sido inundadas com conteúdos sobre a sua vida, as depressões, o casamento problemático com o príncipe Carlos e as teorias da conspiração que ainda hoje defendem que a família real inglesa orquestrou o acidente de carro, em Paris, que acabaria por ser fatal.

De tímida a ícone de moda, Diana Spencer quebrou protocolos e chamou a atenção para causas humanitárias e temas, como a SIDA ou as vítimas de minas terrestres, de que até então ninguém queria falar. A relação com os filhos era carinhosa publicamente e em privado e William e Harry falam pela primeira vez sobre ela em dois documentários.

Alguns já estão disponíveis, outros vão estrear até ao final do mês. Têm depoimentos de familiares e amigos, recordam a sua vida desde a infância ou divulgam gravações inéditas da própria. A NiT fez uma lista com tudo o que pode ver — e ainda acrescentou uma série do criador de “American Horror Story” que vai começar no final do ano. Carregue na imagem para saber quando e onde.

“Princess Diana: Tragedy or Treason?”
Canal: TLC
Transmissão: 31 de julho

São três horas repletas a excertos de vídeos e áudio da princesa Diana mas sobretudo dedicadas às teorias da conspiração que rodeiam a sua morte em Paris no final de agosto de 1997.

A família real é apontada como uma das grandes responsáveis por orquestrar o acidente e há revelações feitas por Andrew Morton, o biógrafo de Diana de Gales.

“Princesa Diana na Primeira Pessoa”
Canais: Fox Life e National Geographic
Transmissão: 6 de agosto

Aqui não há suposições nem depoimentos de amigos de longa data ou pessoas que garantem saber tudo sobre ela. No documentário produzido pelo National Geographic só se ouve a voz da princesa Diana num conjunto de gravações onde fala sobre a sua vida, o casamento e o facto de se sentir um “brinquedo da imprensa”, por quem era perseguida diariamente.

Grande parte do conteúdo das cassetes nunca tinha sido divulgado e, em “Princesa Diana na Primeira Pessoa”, é ilustrado com imagens de arquivo. Em Portugal o programa foi também transmitido pela Fox Life e ainda está disponível.

Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo