NiTfm live

Televisão

“Carnival Row”: já estreou a série que junta Orlando Bloom e Cara Delevingne

É uma produção de fantasia da Amazon que se passa num ambiente de século XIX.
A primeira temporada tem oito episódios de uma hora.

Chama-se “Carnival Row” e é a nova série da Amazon Prime Video. Orlando Bloom e Cara Delevingne são os protagonistas desta produção de oito episódios — cada um com uma hora — que estreou na sexta-feira, 30 de agosto. Já pode ver todos os capítulos.

A história passa-se numa realidade alternativa que não é fácil de descrever, algures no século VII — num planeta que não é exatamente a Terra porque tudo se parece com a Inglaterra do século XIX (com um toque mágico).

Tempo e espaço à parte, o que interessa aqui é que existem outros locais que são habitados por criaturas diferentes, como fadas. Tirnanoc, uma cidade destes seres, tem estado a ser atacada há muito tempo pelos humanos do Pacto (organização que junta vários países, inspirada na Quádrupla Aliança).

O grupo The Burgue (que é, basicamente, Inglaterra) tentou ajudar Tirnanoc, mas falhou. O resultado é uma crise de fadas refugiadas sem escolha. Ou morrem no sítio onde nasceram, ou emigram e vivem uma vida difícil nas cidades dos humanos.

Care Delevingne é Vignette, uma destas fadas que desiste de tentar ajudar os compatriotas e decide mudar-se para a cidade humana de The Burgue. É lá que reencontra a personagem de Orlando Bloom, Rycroft Philostrate, um antigo namorado que tinha desaparecido durante a guerra. Agora, ele é um detetive.

A vida não tem sido fácil para as fadas, que são tratadas com discriminação. Uma amiga de Vignette, por exemplo, que era poeta e artista, teve de se tornar prostituta para sobreviver neste novo mundo.

Além disso, há uma ascensão de movimentos políticos de supremacia branca — com um discurso semelhante a vários líderes populistas da vida real, que exclamam que as fadas vieram para tirar os empregos aos humanos.

O enredo está cheio de múltiplas narrativas — há jogos de política que envolvem o chefe do governo de The Burgue (Jared Harris), um assassino ao estilo Jack o Estripador, e a chegada de um fauno muito rico chamado Agreus Astrayon (David Gyasi).

Os problemas do sistema — sem apresentar uma visão a preto e branco — são o grande foco de “Carnival Row”. Enquanto tudo isto se passa, Rycroft investiga a série de homicídios misteriosos a fadas, que estão a deixar a sua comunidade em alvoroço.

A discriminação contra as fadas não é o único problema neste mundo sombrio. Entre os humanos, também existe racismo, a homossexualidade é um crime e são raras as mulheres com cargos importantes. 

As gravações aconteceram na República Checa e o elenco inclui Indira Varma, Andrew Gower, David Gyasi, James Beaumont, Maeve Dermody e Tamzin Merchant, entre outros.

Em breve, todas as séries e filmes da Amazon vão estar disponíveis nas boxes (e telemóveis) dos clientes da MEO, em Portugal.

Esta é a primeira parceria de distribuição europeia da Amazon Prime Video, plataforma responsável por séries premiadas como “Transparent” ou “The Marvelous Mrs. Maisel”. Também é aqui que vai poder ver a mega adaptação televisiva do universo de “O Senhor dos Anéis”. “Good Omens” é outra das produções conhecidas deste serviço. 

A Amazon Prime Video foi lançada em Portugal em dezembro de 2016 e, ao contrário dos concorrentes, não houve uma aposta forte na comunicação dos seus conteúdos no mercado nacional — não há publicidade, nem sequer existe ninguém responsável pela sua comunicação local.