NiTfm live

Teatro e exposições

Vem aí uma peça inspirada no bailarino homossexual perseguido no Estado Novo

A história de Valentim de Barros serviu de base para este espetáculo de teatro que vai estar no Cinema São Jorge, em Lisboa.
A peça fica em cena até 28 de janeiro.

É já na terça-feira, 7 de janeiro, que estreia “Mário: História de um Bailarino no Estado Novo”, no Cinema São Jorge, em Lisboa. Depois de uma temporada no ano passado, esta peça de teatro encenada por Fernando Heitor regressa ao mesmo local e por lá fica até 28 de janeiro.

É um monólogo interpretado por Flávio Gil, com base na história real de Valentim de Barros, bailarino português que passou a maior parte da vida internado no Hospital Miguel Bombarda, em Lisboa, com diagnóstico de “psicopatia homossexual e pederastia passiva”.

Tornou-se um símbolo da perseguição à homossexualidade no Portugal do século XX. O protagonista chama-se Mário e, apesar de a base ser a vida de Valentim de Barros, também há várias partes completamente fictícias. Os bilhetes estão à venda no local por 10€ (sendo que jovens ou idosos só pagam 7,50€).