NiTfm live

Teatro e exposições

Está a chegar à Broadway um musical sobre a vida da Princesa Diana

A estreia do musical na rua mais famosa do mundo está marcada para 31 de março de 2020.
A "princesa do povo".

Mais de 20 anos após a sua morte, em agosto de 1997, a princesa Diana continua a ser um fenómeno de popularidade. De tal forma que a história da sua vida vai chegar à Broadway em forma de musical, avança a revista americana “Vanity Fair”. De acordo com a publicação, “Diana” tem estreia marcada para dia 31 de março de 2020, na sala Longacre Theatre.

O musical não é novo: estreou em março de 2018 no teatro La Jolla Playhouse em San Diego, nos Estados Unidos. O sucesso foi estrondoso e valeu um lugar na mais famosa rua de teatros e espetáculos do mundo, em Nova Iorque. A história segue a difícil relação daquela que ficou conhecida como a princesa do povo com o príncipe Carlos, assim como o caso entre o herdeiro da coroa britânica e a sua atual mulher, Camilla Parker Bowles. 

Diana Spencer tornou-se princesa ao casar aos 20 anos com o príncipe Carlos, em 1981. Do casamento nasceram dois filhos, William e Harry. O divórcio chegou em 1996. Exatamente um ano e três dias depois, a 31 de agosto de 1997, aconteceu a tragédia: Diana morreu num acidente de carro, no túnel da Ponte de l’Alma em Paris, França, enquanto fugia dos paparazzi. Com ela estava o namorado, Dodi Al-Fayed, com o motorista e o guarda-costas, o único sobrevivente do desastre.

Diana era adorada pelo mundo. Conhecida como a “princesa do povo” pela sua enorme popularidade, dedicou grande parte da sua vida a trabalhos humanitários. As imagens do seu enterro foram transmitidas em direto na televisão e acompanhadas por cerca de 2,5 mil milhões de pessoas.

O espetáculo “Diana” é realizado por Christopher Ashley, vencedor de um prémio Tony por melhor realização de musical com o espetáculo “Come From Away”. Jeanna de Waal (princesa Diana), Roe Hartrampf (príncipe Carlos), Erin Davie (Camilla Parker Bowles) e Judy Kaye (rainha Isabel II) serão os protagonistas.