NiTfm live

Teatro e exposições

A nova obra de arte de Joana Vasconcelos é uma piscina colorida

Tem nove metros e está disponível no Festival de Arte de Edimburgo até 9 de agosto. As sessões já estão todas esgotadas.
A obra vai ser uma instalação permanente no parque.

Joana Vasconcelos já criou um enorme par de sapatos de salto alto com panelas, um grande lustre com tampões ou uma cama feita de comprimidos Valium. Desta vez, a nova obra da artista portuguesa é uma piscina.

Não é, como “Portugal a Banhos”, uma piscina vazia e em pé com o formato de Portugal continental. É mesmo uma piscina com água, que foi inaugurada esta segunda-feira, 29 de julho, no prestigiado Festival de Arte de Edimburgo, na Escócia, no Reino Unido. Os visitantes podem mergulhar nela até 9 de agosto — embora todas as sessões já estejam esgotadas neste momento.

Chama-se “Gateway” e foi uma encomenda especial da Fundação Jupiter Artland, que promove o evento dedicado às artes. Será uma instalação artística permanente do parque de esculturas e foi forrada por 11.400 azulejos produzidos e pintados à mão na fábrica Viúva Lamego, em Sintra.

A peça, que está rodeada por um jardim cuidado, é descrita em comunicado por Joana Vasconcelos como uma “referência à ideia de piscinas como locais que promovem a comunidade; um espaço experiencial que é inerentemente social, lúdico e partilhado”.

Foi a artista que desenhou o mapa.

A piscina foi alinhada com uma linha de Ley — supostos alinhamentos entre vários lugares importantes do ponto de vista geográfico e histórico, como monumentos megalíticos, cumes ou cordilheiras — e representa o mapa astrológico da artista, que foi desenhado pela própria.

“Gateway não é apenas uma piscina-obra; é uma composição de diferentes elementos, cuidadosamente articulados: a piscina e o pavilhão, envolvidos pelo pavimento de tijolo negro, a vegetação, a fonte e os portões de ferro forjado a pontuar a entrada (Moongate e Sungate)”, explica Joana Vasconcelos.

A Jupiter Artland tem uma grande coleção de esculturas contemporâneas — a maioria é criada de propósito para a propriedade de 40 hectares que foi comprada em 1999 pelos colecionadores Robert e Nicky Wilson. 

Nos primeiros meses deste ano, Joana Vasconcelos apresentou no Museu de Serralves, no Porto, a exposição “I’m Your Mirror” — uma espécie de best-of da sua carreira até ao momento. Leia a reportagem da NiT no local.