NiTfm live

Teatro e exposições

“Hadestown” foi o melhor musical dos Tony Awards

A adaptação do mito grego de Orfeu e Eurídice conquistou oito dos 14 prémios para os quais estava nomeada.
Foi criado pela pela cantora e compositora Anaïs Mitchell.

Começou como um projeto para pequenos teatros. De repente estava nos principais palcos, incluindo a Broadway. Agora, “Hadestown” ganhou o título de melhor musical nos prémios Tony Awards (para distinguir os projetos em teatro), que foram entregues este domingo, 9 de junho, em Nova Iorque, nos Estados Unidos.

A peça, que é uma adaptação do mito grego de Orfeu e Eurídice, conquistou oito dos 14 galardões para os quais estava nomeada nesta 73.ª edição. Os prémios de Melhor Música Original, Melhor Ator Secundário e Melhor Direção são alguns deles.

O popular musical criado pela pela cantora e compositora Anaïs Mitchell, que nunca tinha tido ligação com a Broadway, mistura mitologia e histórias de amor mas também temas atuais como as alterações climáticas.

Entre os artistas premiados, Santino Fontana (“Tootsie“) foi o Melhor Ator num musical e Stephanie J. Block a Melhor Atriz na mesma categoria (“The Cher Show“).

No entanto, foi Ali Stroker que recebeu a maior ovação do público com o prémio de Melhor Atriz Secundária em “Oklahoma!“. Foi a primeira atriz em cadeira de rodas a vencer um Tony.