NiTfm live

Teatro e exposições

Fomos visitar os bastidores do novo espetáculo do Cirque du Soleil em Lisboa

Estreou esta quinta-feira, 3 de janeiro, na Altice Arena. “Ovo” conta a história de um mundo de insetos.
Os espetáculos acontecem em Lisboa até dia 13.

“Ovo” é o espetáculo que o famoso Cirque du Soleil está a apresentar em Lisboa desde esta quinta-feira, 3 de janeiro — e vai ficar por cá até dia 13. A história é simples: a agitação instala-se no mundo dos insetos quando um ovo misterioso aparece. De lá sai um inseto completamente diferente e o resto da colónia fica chocada. Mais tarde, o novo inseto vai ter de lutar para ser aceite — até porque se apaixona por Lady Bug assim que a vê pela primeira vez. “Ovo” é dirigido pela brasileira Deborah Colker — desde 2016 que está em tour por todo o mundo.

Há acrobacias, música e várias artes performativas neste capítulo do espetáculo. Toda a música é tocada ao vivo por uma banda de sete elementos que fica atrás do cenário.

Tal como no ecossistema dos insetos, a Altice Arena é, por estes dias, um verdadeiro ecossistema de circo. Nesta colónia há pessoas que diariamente fazem ajustes nos fatos, mantêm os cenários perfeitos, preparam os sapatos ou que passam o dia a treinar para fazer boa figura à noite. É um rodopio de gente e material em movimento nos bastidores da maior sala de espetáculos do País.

“Ovo” tem 100 artistas de 25 países e uma equipa total de 400 pessoas. Muitas delas vieram de famílias ligadas ao circo mais tradicional.

Durante a tour, há 23 camiões na estrada. O calendário é sempre igual. Passam dez semanas a atuar e depois descansam outras duas em casa. Geralmente passam uma semana em cada cidade (cerca de 48 por ano) e têm um dia de folga ao domingo. 

Em 12 horas, 25 técnicos esvaziam as carrinhas e instalam tudo na sala de espetáculos. São sempre apoiados por uma equipa de staff local, da qual fazem parte entre 60 a 80 trabalhadores.

Um representante do Cirque du Soleil, Nicolas Chabot, explica à NiT que muitas pessoas pensam que se trata de apenas um circo que anda pelo mundo — mas não é bem assim. Na verdade, atualmente, o Cirque du Soleil tem 18 espetáculos diferentes em tour. Cada um deles com uma equipa diferente. O circo está sediado em Montreal, no Canadá, mas há equipas distribuídas por todo o planeta.

Na Altice Arena, os espetáculos começam sempre às 21h30 e têm uma duração de cerca de duas horas. Os bilhetes já estão à venda e custam entre 40€ e 79€.

A NiT foi visitar os bastidores do novo espetáculo do Cirque du Soleil em Lisboa. Carregue na galeria para saber o que se passa nos corredores e salas privadas da Altice Arena.