Teatro e exposições

Uma exposição para conhecer as lojas históricas de Lisboa

Pode ser vista até ao final de novembro na Baixa da cidade.

O Pavilhão Chinês é um dos espaços incluídos.

Numa altura em que fecham lojas, restaurantes e espaços antigos para dar lugar a outros negócios, como hotéis e hostels, a Câmara Municipal de Lisboa organiza uma exposição para dar a conhecer melhor o percurso dos espaços inseridos no programa Lojas com História.

Cada uma destas 81 lojas — retrosarias, chapelarias, óticas, farmácias, barbearias ou restaurantes — contribuiu com alguns objetos característicos que contam a própria história dos estabelecimentos. Além disso, a exposição tem fotografias de época dos espaços.

Apesar de representarem as lojas, estes objetos vão revelar mais sobre a vida de Lisboa ao longo dos tempos, com épocas de maior riqueza e outras mais pobres.

O objetivo também é explicar a evolução dos hábitos dos moradores, da arquitetura e da decoração ao longo da monarquia, a Primeira República ou o Estado Novo.

A exposição foi inaugurada na sexta-feira, 8 de setembro, e prolonga-se até 25 de novembro num espaço na Baixa da cidade — fica no número 134 da Rua da Conceição, na esquina com a Rua Áurea. Pode ser visitada de terça-feira a sábado, entre o meio-dia e as 18h30. A entrada é grátis.

Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo