NiTfm live

Teatro e exposições

Existe um pirata verdadeiro na Comic Con (mesmo a sério)

Chama-se Rui Carvalho, mas prefere ser tratado por Captain Jack T e odeia ser comparado a Jack Sparrow.
Captain Jack T.

Tem 52 anos, é de Albufeira e chama-se Rui de Carvalho, mas todos o conhecem por Captain Jack T. Há quatro anos reformou-se das Forças Armadas e começou a percorrer as ruas de Albufeira, onde mora, como street performer.

“Vivo numa região de turismo e rodeado de pessoas que conhecem bem a profissão de self-made man. Decidi tornar-me num”, explica o pirata à NiT. Na Comic Con — que se realiza de 12 a 15 de setembro, no Passeio Marítimo de Algés — vários cosplayers exibem os seus fatos, normalmente representantes das suas personagens favoritas.

Com outros cosplayers.

Este sábado, o recinto está cheio, mas Rui de Carvalho destaca-se da multidão. Até à altura era o único pirata que tínhamos visto (depois lá apareceu uma mulher pirata). Contudo, o seu fato é realmente especial. Aparenta ter alguma inspiração na personagem Capitão Jack Sparrow, interpretada por Johnny Depp, mas Rui odeia essa comparação.

“Não navego as águas das Caraíbas, sou das Carabinas, que é como chamo às águas do Algarve”. Está na Comic Con pela primeira vez, desafiado por uma cosplayer que se costuma vestir de Jack Sparrow e o convidou através do Instagram.

“Vim só hoje. Combinámos um encontro de piratas, mas não trocámos números, por isso, estou a ver o espaço e à procura de mais piratas. É giro conhecer mais pessoas que fazem o mesmo que eu, uma vez que trabalho sempre sozinho.”

Foi há quatro anos que Rui de Carvalho comprou a sua roupa: “O investimento inicial foi de 437€, mas recuperei o triplo só nesse ano”. Atualmente, tem várias peças de roupa que lhe permitem diversificar o fato.

Pode trocar a parte de cima, ou os calções (alguns mais tradicionais com berguilha horizontal), e, no inverno, tem manga comprida, um casaco e collants. “Acho que aqui faço a diferença. E digo sempre: não me invejem, copiem-me.”

Rui tirou um curso de teatro nas Forças Armadas, mas, “a vergonha está sempre presente”. A barba comprida é verdadeira, ou não fosse um verdadeiro pirata. Aliás, foi este ano de propósito à riviera britânica (Inglaterra) para participar num festival de piratas, o Brixham Pirate Festival, que decorreu entre 4 e 6 de maio, em Brixham.

Rui de Carvalho.

Se quiser passar pela Comic Con Lisboa, saiba que ela está a decorrer até domingo, 15 de setembro, entre as 10 e as 22 horas, no Passeio Marítimo de Algés. Os bilhetes estão à venda online ou no local.