NiTfm live

Música

Tudo o que precisa de saber antes de chegar ao Vodafone Paredes de Coura

O festival arranca quarta-feira, 14 de agosto, e decorre até sábado, com Patti Smith, The National, New Order e Father John Misty.
O festival arranca oficialmente a 14 de agosto.

O Vodafone Paredes de Coura é um dos festivais mais antigos e populares do País. Tudo começou em 1993 como uma aventura para um grupo de amigos de Paredes de Coura, que apenas queria organizar uma festa para os jovens da vila. Ao longo dos anos acabaram por formar a promotora Ritmos.

A primeira edição foi planeada em apenas nove dias, só com um dia de concertos. O cartaz teve “música moderna portuguesa” e bandas praticamente desconhecidas como os Gangrena, Cosmic City Blues, Boubaca — o grupo de um dos sócios fundadores da promotora Ritmos e hoje presidente da câmara municipal de Paredes de Coura, Vítor Paulo Pereira — e os Purple Lips. Os cabeças de cartaz eram os Ecos da Cave e o seu cachet era de apenas 80 contos, o equivalente a 680€. Várias lojas e estabelecimentos da vila ajudaram a pagar o evento com patrocínios. 

Os anos passaram, o investimento cresceu e o Vodafone Paredes de Coura conquistou a fama de ser um festival perspicaz na altura de contratar novos talentos. Foi em 2000 que os Coldplay atuaram em Paredes de Coura. A banda de Chris Martin, desconhecida na altura, custou perto de 20 mil euros. Hoje não tocam por menos de um milhão.

Outro bom exemplo será o dos Arcade Fire, banda canadiana que se estreou em Portugal em 2005, apenas com um disco no currículo e habituados a pequenas atuações. No ano passado, foram o grande destaque no cartaz.

A edição de 2019 arranca oficialmente esta quarta-feira, 14 de agosto, e prolonga-se até sábado, dia 17. Contudo, os campistas já começaram a montar as tendas desde dia 10, perto das margens do Rio Taboão, onde o festival sempre aconteceu.

The National, Patti Smith, New Order, Father John Misty, Suede, Freddie Gibbs & Madlib, Kamaal Williams, Car Seat Headrest, Deerhunter, Spiritualized, Connan Mockasin e Jonathan Wilson são alguns dos principais destaques do alinhamento desta edição.

A eles juntam-se nomes como Capitão Fausto, Sensible Soccers, Ganso, Jayda G, Alice Phoebe Lou, First Breath After Coma, Balthazar, Cave Story, Stella Donnelly, Boy Pablo, Avi Buffalo, Nuno Lopes ou Alvvways, entre outros.

A programação paralela que antecede o festival — o ciclo Sobe à Vila, que acontece num palco montado no centro de Paredes de Coura — tem estado a decorrer com espetáculos de bandas e DJ portugueses.

Os passes gerais e bilhetes diários para 14 de agosto — o dia em que tocam os The National — já se encontram esgotados. Nos dias 15, 16 e 17, ainda existem entradas disponíveis pelo preço de 55€. 

A melhor forma de chegar ao Vodafone Paredes de Coura será de carro (é possível estacionar em parques especiais junto do recinto, embora sejam pagos) ou de autocarro da Rede Expressos, que inclui um desconto. Todos os que tiverem bilhetes para o festival têm uma promoção de 30 por cento no bilhete da Rede Expressos, disponíveis no site da empresa de transportes.

Outra alternativa é ir de comboio. Deve seguir até à estação de Valença do Minho, onde há carreiras regulares com destino a Paredes de Coura a partir do Centro Coordenador de Transportes de Valença.