Música

Já há datas para o Rock in Rio Lisboa 2018 (e nunca foram tão diferentes)

O festival do Parque da Bela Vista tem várias novidades, incluindo um bairro na cidade do rock.

O festival vai passar a ter só quatro dias.

Desde 2004 que é assim: os anos pares são anos de rumar ao Rock in Rio Lisboa, sempre no Parque da Bela Vista e em dois fins de semana no final de maio. O local mantém-se para a edição de 2018 — a oitava em Portugal —, mas, pela primeira vez, as datas são diferentes. Segundo o “Expresso”, o Rock in Rio vai acontecer a 23, 24, 29 e 30 de junho, cerca de um mês depois do calendário habitual.

O que também é inédito são os quatro dias do festival, que até aqui tinham sido sempre cinco. Para compensar, cada data do evento vai ter cinco concertos no palco principal, em vez dos tradicionais quatro.

A diretora do festival, Roberta Medina, diz ao mesmo jornal que “esta mudança não está relacionada com o calendário dos festivais europeus ou mesmo portugueses”, mas sim com as datas habituais das digressões dos músicos, que costumam ser mais próximas do verão.

Outra novidade é que, por o Rock in Rio ser um festival cada vez mais pensado para famílias, o palco secundário Vodafone vai ter um cartaz menos alternativo e mais “transversal”. Já a famosa Rock Street vai estar mais ligada a África e à sua influência na música atual.

A cidade do rock também vai ter um novo bairro, tanto em Lisboa como no Rio de Janeiro, onde o festival arranca a 15 de setembro. Como o nome sugere, o Pop District vai ser dedicado à cultura pop, com um palco chamado Digital Stage com performances de comediantes, youtubers, bloggers e influencers das redes sociais, além de atividades relacionadas com cinema, moda e banda desenhada.

Este novo bairro vai ter ainda sessões de autógrafos com atores de cinema e séries de televisão, um hall of fame com a marca das mãos de estrelas musicais, além de exposições de cartazes e discos de vinil. Vai haver também uma área que percorre a história de objetos de lazer ao longo das gerações: do cubo de Rubik aos videojogos, passando pelos ioiôs.

O fenómeno cada vez mais popular da alta gastronomia portuguesa também chega ao Rock in Rio num novo espaço de restauração, a Gourmet Square. Vai ser uma espécie de Mercado na Ribeira do festival e terá bancas de conhecidos chefs nacionais.

Os bilhetes para entrar no evento mantêm o preço, 69€, mas com menos descontos nas primeiras fases em que são colocados à venda. Além disso, vai ser criado um passe de fim de semana, que ainda não tem custo estipulado. O Rock in Rio Lisboa vai mesmo mudar e o melhor é marcar já na agenda, para não se esquecer: 23, 24, 29 e 30 de junho de 2018.

Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo