NiTfm live

Música

EDP Vilar de Mouros já anunciou as datas para 2020

A EDP vai continuar a dar o nome ao festival para apoiar a "descentralização dos grandes centros urbanos".
Regressa no próximo ano.

A NiT esteve presente no terceiro e último dia do festival EDP Vilar de Mouros, que aconteceu entre os dias 22 e 24 de agosto. O evento conhecido como o “Woodstock português” regressa no próximo ano, mantendo a marca EDP no seu nome e nova identidade, e na mesma altura do verão.

O presidente da Junta de Freguesia de Vilar de Mouros, Carlos Alves, garante que o festival “jamais poderá ser interrompido, como já aconteceu”. Sobre a edição deste ano, classifica o evento como um “êxito estrondoso”. E acrescenta que sexta-feira, 23 de agosto, foi a “maior noite de sempre”.

Ao longo destes três dias, passaram mais de 46 mil pessoas pelo recinto, segundo a organização. Mais mil do que o objetivo traçado pelos responsáveis do EDP Vilar de Mouros. “Este ano foi a melhor quinta-feira, sexta-feira e sábado de todas as edições”, explicou Carlos Alves.

Os turistas estrangeiros bateram outro recorde: 20 por cento dos bilhetes vendidos foram a pessoas de 18 nacionalidades.

A EDP pretende continuar a apoiar a “descentralização dos grandes centros urbanos”, diz Marta Marques, coordenadora de eventos da marca. Por isso, em 2020, o EDP Vilar de Mouros estará de volta nos dias 27, 28 e 29 de agosto.