NiTfm live

Música

Está obcecado com “Por Treze Razões”? Então tem de ouvir a banda sonora

É uma das séries do momento e tem músicas para todos os gostos: desde Joy Division a Hot Chip.

Não se fala de outra coisa. Desde a estreia mundial, a 31 de março, a nova série da Netflix já atingiu níveis de popularidade enormes: o público exige uma segunda temporada, o site “Metacritic” coloca-a no top seis das mais discutidas do ano e a página oficial do Facebook conta já com mais de um milhão e meio de fãs. Além de ter um enredo comovente e cativante, “Por Treze Razões” conta ainda com uma banda sonora que agora todos querem ouvir.

O site “IndieWire” criou uma playlist com todas as canções que se ouvem na série. Ao todo são 54 temas de vários estilos.

Clay Jensen (Dylan Minnette) passa grande parte do tempo a caminhar pelos corredores da escola secundária Liberty High enquanto ouve 13 cassetes deixadas por Hannah Baker (Katherine Langorfd), uma rapariga que cometeu suicídio há umas semanas. Cada gravação contém um excerto de áudio onde Hannah fala dos abusos físicos e psicológicos que levaram a este desfecho trágico.

Desde o post-punk frenético dos ingleses Joy Division à eletrónica viciante dos Hot Chip, “Por Treze Razões” ilustra os momentos mais sombrios de Hannah com uma banda sonora diversificada e com várias referências aos anos 80.

Há ainda espaço para várias covers de músicas clássicas como “Hey Hey, My My” de Neil Young e alguns hits indie como tema “The Night We Met” dos Lord Huron que é utilizado durante um baile.

“Por Treze Razões” é uma série com adolescentes, mas não se foca apenas em dramas fúteis ou problemas com álcool e drogas. A série criada por Brian Yorkey explora os problemas que muitos jovens atravessam durante a puberdade e as escolhas musicais ilustram, na perfeição, a história chocante baseada no livro homónimo de Jay Asher.