cultura

Avicii “não conseguia aguentar mais”, revela a família

O DJ de 28 anos morreu na sexta-feira, 20 de abril.

O DJ foi encontrado num hotel em Omã.

Avicii ter-se-á suicidado na passada sexta-feira, 20 de abril, sugere a família num comunicado enviado esta quinta-feira, dia 26. Escrevem que o DJ sueco de 28 anos, que na verdade se chamava Tim Bergling, “não conseguia aguentar mais”.

“O nosso amado Tim era um sonhador, uma alma artística frágil à procura de respostas para questões existenciais. Um perfecionista cheio de conquistas que trabalhava tanto que sofria stress extremo. Quando ele parou de andar em tour, ele queria encontrar um equilíbrio na vida para ser feliz e fazer o que ele amava mais música. Ele realmente lutou, com pensamentos sobre significado, felicidade e a vida. Mas não conseguia aguentar mais.”

Além disso, a família diz que “ele queria encontrar paz”. “O Tim não era feito para a máquina da indústria em que ele estava metido. Era um tipo sensível que adorava os fãs mas evitava os holofotes.”

A polícia já tinha confirmado que não existiam indícios criminais quando o corpo foi encontrado, num hotel em Omã. Avicii tinha sofrido de vários problemas de saúde, incluindo uma pancreatite aguda, resultado, em parte, de excesso de álcool.