NiTfm live

música

20 concertos imperdíveis (e grátis) para celebrar o 25 de Abril

O feriado da liberdade volta a ser celebrado com muita música. Em Almada quem atua são os Xutos & Pontapés e Gisela João.

Aurea toca no Seixal.

Todos os anos é assim, desde 1974. O feriado que marca a revolução do 25 de Abril é celebrado com concertos espalhados pelo País, muitos deles de entrada livre. Este ano — em que o dia calha a uma quarta-feira — não é exceção, e a maior parte dos concertos acontece na noite de terça-feira, dia 24.

Em Lisboa, contudo, um dos principais destaques acontece mesmo no dia 25, no renovado Palácio Baldaya, em Benfica. A partir das 15 horas, há concertos das Novas Vozes de Abril — um grupo de jovens que canta temas relacionados com a revolução — e de Teresa Salgueiro, que vai interpretar canções suas, mas também de Zeca Afonso, Carlos Paredes e Amália Rodrigues. Consulte a programação completa da autarquia, que se prolonga até ao final do mês.

Em Carnide, no Largo do Coreto, há um concerto da fadista Raquel Tavares. Tudo começa antes, porém, pelas 21h30, com uma atuação do Grupo de Cante Alentejano da associação de reformados da freguesia. Para quem procura programas mais alternativos, no Park Bar é Branko, o líder da Enchufada e produtor dos Buraka Som Sistema, o maior responsável por animar a noite com um DJ set — antes dele, tocam Núria e iZem. Se estiver por Loures, não perca o espetáculo gratuito de Carlos do Carmo no Pavilhão Paz e Amizade, a partir das 22 horas.

No Porto, na Avenida dos Aliados, a festa começa pelas 22 horas com um concerto de Bezegol, músico portuense que alia as sonoridades do reggae e dancehall ao hip hop, com letras cantadas na sua voz rouca característica.

Depois, e antes do tradicional fogo de artifício, atua o Coral da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. O grupo irá interpretar “Grândola, Vila Morena”, de Zeca Afonso, a senha da revolução.

Em Almada, são os icónicos Xutos & Pontapés que fazem a festa na Praça da Liberdade, a partir das 22 horas do dia 24. Vão tocar os seus grandes êxitos, mesmo sem a companhia de Zé Pedro, guitarrista que morreu em 2017: “A Minha Casinha”, “À Minha Maneira”, “Homem do Leme” ou “Ai Se Ele Cai” não deverão faltar no alinhamento. Na mesma noite e local atua a fadista Gisela João, que vai apresentar os temas do álbum “Nua”, editado no final de 2016.

Já no Seixal, na Praça 1.º de Maio, quem começa a noite são os Anjos e Nuno Feist, com uma atuação que arranca pelas 22 horas. Depois do fogo de artifício, a partir das 00h30, é Aurea que sobe ao palco para um concerto. Se estiver na Moita, tem de passar junto à Igreja da Baixa da Banheira, onde atua António Zambujo a partir das 22h30.

No concelho de Sesimbra, no Parque da Vila da Quinta do Conde — no dia 24, pelas 22 horas — é Samuel Úria que dá um concerto. O músico português vai apresentar as canções de “Carga de Ombro”, o álbum que lançou em 2016.

Já na Quinta do Chafariz, em Santiago do Cacém, é o cantor Diogo Piçarra que atua, também às 22 horas de 24 de abril. Continua a apresentar o disco “do=s” e, além dele, nesta noite toca ainda o rapper Estraca e o DJ Red Deep. Em Sines, são os Amor Electro que fazem a festa no castelo, à mesma hora. As celebrações em Alcácer do Sal começam às 22h30, com um concerto de Fernando Tordo.

No Alentejo, uma das melhores opções é passar pela Praça da República, em Beja. Ana Bacalhau começa a tocar às 00h15, logo a seguir do fogo de artifício. Uma boa alternativa é ir a Odemira, onde tocam os HMB, João Pedro Pais e o rapper Dillaz — tudo a partir das 22 horas.