NiTfm live

Livros

Nestas cabines telefónicas pode ouvir histórias de livros do outro lado da linha

São obras de cerca de 50 autores de vários países. A iniciativa foi lançada em Nantes e está a ser um sucesso.
As cabines vão mudar de sítio na cidade.

Ao longo dos anos, as cabines telefónicas públicas têm perdido importância por causa dos avanços da tecnologia — e por isso mesmo é que têm recebido outros usos. Já as vimos como bibliotecas, lojas de conveniência ou transformadas em obras de arte.

Desta vez, em Nantes, em França, duas cabines foram alteradas em prol da literatura. Quem pegar no telefone e o encostar ao ouvido vai poder ouvir dezenas de histórias do outro lado da linha — são obras de cerca de 50 autores de vários cantos do mundo.

Estas são as cabines de Nantes.

As pessoas só precisam de digitar a data de nascimento do escritor favorito para ouvir as suas histórias. O acesso é gratuito.

George Orwell, Patrick Modiano e Sylvain Tesson são alguns dos autores incluídos nesta iniciativa especial — promovida por uma livraria centenária local, a Coiffard, que quis aproximar as pessoas da literatura.

Na verdade, estas cabines foram importadas de propósito do Reino Unido para serem restauradas e transformadas para este projeto. Uma delas está na Rua de la Fosse, no centro de Nantes, e outra na escola de arquitetura da cidade francesa (sendo que depois irá ser transferida para o salão principal do Hospital Universitário de Nantes).