NiTfm live

livros

Morreu Albert Uderzo, um dos criadores da banda desenhada de “Astérix”

Tinha 92 anos e foi um dos responsáveis, juntamente com René Goscinny, pelas famosas histórias dos gauleses.
Tinha 92 anos.

Albert Uderzo, um dos criadores da banda desenhada de “Astérix”, morreu na manhã desta terça-feira, 24 de março, em Neuilly-sur-Seine, França. Tinha 92 anos e segundo os familiares tudo se deveu a complicações cardíacas durante o sono. Juntamente com René Goscinny, que morreu em 1977, criaram uma das histórias que passou por gerações em França, mas também em todo o mundo.

Bernard de Choisy, o genro, explicou à agência de notícias “AFP” que a morte de Albert Uderzo nada teve a ver com a Covid-19. “Ele estava cansado já há várias semanas.” Foi em 1959 que o ilustrador, em dupla com René Goscinny, lançou pela primeira vez as histórias de “Astérix e Obélix”.

Além dos livros de banda desenhada, surgiram parques temáticos, filmse de animação e até em imagem real. Foi em 2011 que Albert Uderzo deixou de ilustrar os livros. Desde esse ano que o projeto é da responsabilidade de Jean-Yves Ferri, no argumento, e de Didier Conrad, nos desenhos. O mais recente livro da saga foi lançado em 2019, por altura dos 60 anos do projeto. É o álbum número 38 das aventuras de Astérix e Obélix. “A Filha de Vercingétorix” foi editado em mais 20 línguas com uma tiragem global que superou os cinco milhões de exemplares.