NiTfm live

Livros

Editoras portuguesas continuam a suspender lançamentos de livros

Porto Editora, Leya, Saída de Emergência e Penguin Random House são algumas delas, apesar de haver iniciativas online.
No entanto, continuam a vender livros online.

É outra consequência da pandemia global do novo coronavírus que estamos a viver. Muitas das editoras portuguesas de livros estão a cancelar os lançamentos de novas publicações por causa da situação atual no País, em que as livrarias estão encerradas e a maior parte das pessoas em casa.

A Porto Editora, Leya, Penguin Random House, Saída de Emergência, Relógio d’Água ou a E-Primatur são algumas das marcas ou grupos que decidiram adiar as novas publicações, previstas para estes dias e para as próximas semanas.

No seu comunicado, a Relógio d’Água diz ainda que a Feira do Livro de Lisboa, organizada pela Associação Portuguesa de Livreiros em parceria com a autarquia, “com início previsto para finais de Maio, será também provavelmente adiada”. Ainda assim, as editoras continuam a vender livros nas suas lojas digitais e a promover iniciativas online.