NiTfm live

Livros

Adeus, plástico: Fnac já começou a usar sacos de papel em todas as lojas

Além de ser uma medida ecológica, os novos sacos reutilizáveis têm ilustrações desenhadas por artistas portugueses.
Os sacos de plástico vão acabar em breve.

A guerra contra o plástico continua. Desta vez, a grande cadeia a juntar-se à causa é a Fnac, que anunciou que todas as lojas já têm disponíveis sacos de papel reutilizáveis para levar as compras. Foram introduzidos na última semana de outubro em todo o País de forma gradual.

Ou seja, neste momento a Fnac vai escoar todo o stock existente de sacos de plástico — mas os clientes podem já optar pelos de papel, que têm um custo de dez cêntimos, além de já existirem sacos reutilizáveis de pano.

Leonor Zamith desenhou a primeira leva de sacos.

O objetivo, claro, é contribuir para um futuro ambiental mais sustentável. Apesar disso, esta medida também tem uma componente cultural. Os sacos de papel têm ilustrações desenhadas por quatro artistas portugueses: Catarina Sobral, Leonor Zamith, Bernardo Carvalho e João Fazenda. 

As ilustrações irão rodar de três em três meses — a primeira leva de sacos, a que já está disponível, tem obras de Leonor Zamith. Dos dez cêntimos que custam cada saco, um cêntimo vai reverter para as iniciativas promovidas pelo programa Cultura Fnac.

Com o dinheiro inicial angariado, a cadeia francesa vai apoiar a Loving the Planet, uma plataforma global de consciencialização, que promove a sustentabilidade em todos os setores da sociedade. A Fnac vai contribuir para a criação de um estúdio de produção para a Loving the Planet.