NiTfm live

Cinema

“La La Land”, a reacção de Meryl Streep e todos os vencedores dos BAFTA

A 70.ª cerimónia realizou-se este domingo à noite no Royal Albert Hall, em Londres. O tema BAFTA So White também marcou a noite.

Dizia-se que este ano “La La Land: Melodia de Amor” corria sérios riscos de bater o recorde de “Dois Homens e Um Destino”, que ganhou nove prémios em 1971. Não foi o que aconteceu, mas ainda assim ninguém se pode queixar (bem, Ryan Gosling pode, mas já lá vamos). Do total de 11 nomeações, o filme de Damien Chazelle arrecadou cinco — incluindo o de Melhor Filme, Melhor Atriz Principal E Melhor Música Original.

A 70.ª cerimónia dos BAFTA, o evento de atribuição de prémios mais importante do Reino Unido, aconteceu este domingo, 12 de fevereiro, no Royal Albert Hall, em Londres. Considerado mais um termómetro para os Óscares — os prémios SAG também são um indicador importante —, tudo aponta para um desempenho brilhante da equipa e elenco de “La La Land” a 26 de fevereiro. Só é pouco provável que Ryan Gosling vença na categoria de Melhor Ator — até agora o ator nunca foi o favorito. Nesta edição dos BAFTA, o troféu foi para Casey Affleck em “Manchester by the Sea”. O filme também bateu “La La Land” na categoria de Melhor Argumento Original.

Na lista dos grandes vencedores da noite, destaque ainda para “Lion — A Longa Estrada Para Casa”, que arrecadou dois BAFTA — o de Melhor Ator Secundário, que foi para Dev Patel, e o de Melhor Argumento Adaptado.

Meryl Streep é a rainha da noite — mesmo sem ganhar nenhum troféu

A atriz de 67 anos estava nomeada na categoria de Melhor Atriz (“Florence, Uma Diva Fora de Tom”), mas infelizmente o prémio foi atribuído a Emma Stone. Infelizmente? Bem, na realidade é um bocadinho indiferente. Com ou sem estátua na mão, Meryl Streep foi uma das grandes vencedoras da noite. Pelo menos ao que à Internet diz respeito.

Na 70.ª cerimónia dos BAFTA, o evento recebeu um espetáculo do Cirque du Soleil. Entre malabarismos, piruetas, truques circenses e de ginástica, foram muitos os que sustiveram a respiração. Meryl Streep fez isso tudo e muito mais: tirou os óculos, levou as mãos à testa, abanou a cabeça. A reação tornou-se, claro, viral.

BAFTA So White? As opiniões dividem-se

As questões raciais têm sido uma questão recorrente na indústria do cinema. Começou no ano passado com os Oscars So White (Óscares tão brancos), prolongou-se este ano quando foi conhecida a lista de nomeados para os BAFTA 2017. Agora que já conhecemos os vencedores, as opiniões dividem-se. O jornal “The Guardian” escreveu que “La La Land” não conseguiu levar mais troféus para casa na noite da diversidade, mas nas redes sociais os ataques foram mais do que muitos.

Patrick Strudwick, editor da secção LGBTQ do site BuzzFeed, não conseguiu conter-se quando viu “La La Land” vencer na categoria de Melhor Filme. Robbie Collin, crítico de cinema no jornal “Telegraph”, também disse que era uma loucura “Moonlight” não receber nada.

Viola Davis, que venceu na categoria de Melhor Atriz Secundária com o filme “Fences”, também puxou o tema no seu discurso de vitória.

Veja a lista completa de vencedores.

Melhor Filme
“La La Land: Melodia do Amor”

Melhor Realizador
Damien Chazelle, “La La Land: Melodia do Amor”

Melhor Ator Principal
Casey Affleck, “Manchester by the Sea”

Melhor Atriz Principal
Emma Stone, “La La Land: Melodia do Amor”

Melhor Ator Secundário
Dev Patel, “Lion – a longa estrada para casa”

Melhor Atriz Secundária
Viola Davis, “Fences”

Melhor Intérprete Revelação
Tom Holland

Melhor Argumento Original
“Manchester by the Sea”

Melhor Argumento Adaptado
“Lion — a Longa Estrada para Casa”

Melhor Filme Britânico
“Eu, Daniel Blake”

Melhor Documentário
“13Th”

Melhor Curta-metragem Britânica
“Home”

Melhor Filme de Animação
“Kubo e as Cordas Mágicas”

Melhor Curta-metragem de Animação
“A Love Story”

Melhor Filme Estrangeiro
“O Filho de Saul” (Hungria)

Melhor Estreia de Diretor, Guionista e Produtor Britânico
“Sob as Sombras”, de Babak Anvari

Melhor Música Original
“La La Land: Melodia do Amor”

Melhor Som
“O Primeiro Encontro”

Melhor Fotografia
“La La Land: Melodia do Amor”

Melhor Guarda-roupa
“Jackie”

Melhores Efeitos Especiais
“O Livro da Selva”

Melhor Maquilhagem
“Florence Foster Jenkins”

Melhor Montagem
“O Herói de Hacksaw Ridge”

Melhor Produção
“Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los”

BAFTA Honorário
Mel Brooks

BAFTA de Maior Contribuição para o Cinema Britânico
Curzon