NiTfm live

Cinema

Vai mesmo haver uma sequela de “Chama-me Pelo Teu Nome”

O ator Armie Hammer, que interpretou Oliver no filme de Luca Guadagnino, garante que já estão a trabalhar na história do próximo capítulo.

O protagonista garantem que a história ainda não acabou.

Depois de Michael Stuhlbarg, que interpreta o pai de Elio em “Chama-me Pelo Teu Nome“, agora é um dos atores principais quem garante que o filme de Luca Guadagnino vai ter uma sequela que já está a ser desenvolvida. 

Armie Hammer, que interpretou Oliver no filme de 2017, contou à revista “Variety” durante o Festival de Cinema de Toronto que não sabe ao certo o que pode revelar, mas que já há pessoas a trabalhar no novo projeto. 

“Aquilo que sei e o que posso dizer são coisas totalmente diferentes”, disse o ator americano. “Sei muita coisa, mas não posso dizer-vos nada.”

A “Variety” escreve ainda que o realizador italiano sempre mostrou vontade de continuar o projeto e que tanto Timothée Chalamet como Armie Hammer estariam envolvidos. A sequela passaria-se cinco anos depois do filme original, no início dos anos 90, no mesmo momento em que começaram a surgir os surtos de HIV e SIDA pelo mundo.

“Chama-me Pelo Teu Nome” conta a história de amor entre Elio, de 17 anos e Oliver, de 24, que está de visita a Itália no verão de 1983 e é assistente do seu pai. Os dois têm sete anos de diferença, apaixonam-se e durante mais de duas horas tudo se resume à simplicidade desse amor, bastante condenado na época.