NiTfm live

Cinema

Motelx: tudo o que precisa de saber sobre o festival de cinema mais assustador

A 13.ª edição começa já esta terça-feira, 10 de setembro, no Cinema São Jorge.
“Midsommar, O Ritual”, novo filme de Ari Aster.

O mês de setembro é o mais aguardado pelos fãs de filmes de terror em Portugal. O Motelx, o mais assustador festival de cinema lisboeta, decorre de 10 a 15 de setembro, no Cinema São Jorge. A 13.ª edição conta, como sempre, com o melhor do cinema de terror nacional e internacional.

A estrela da programação é “Midsommar, O Ritual”, o novo filme de Ari Aster, realizador do aclamado “Hereditário”, que foi considerado por muitos (incluindo pela NiT) como uma das melhores produções de 2018. Poderá ser visto no dia 13 de setembro, às 21 horas. O projeto chega aos cinemas portugueses logo depois do festival, a 26 de setembro. A revista “Rolling Stone” descreveu-o como “o melhor filme de terror alguma vez filmado à luz ofuscante do sol”.

A história acompanha um casal que viaja para a Suécia para ir a um festival de verão numa zona rural do país nórdico. Aquilo que começa como um retiro idílico torna-se uma competição violenta e bizarra de um culto pagão. Ari Aster vai estar no Motelx para apresentar o novo filme e para participar numa sessão especial de “Hereditário”, no dia 14, às 15h30.

Mas há outras exibições que não pode perder. É o caso do remake do clássico “Rabid”, original de David Cronenberg, que agora tem uma versão das irmãs Jen e Sylvia Soska, e que poderá ser visto no dia 14, às 00h10.

Há também o filme apocalítico norueguês “O Terramoto”, de John Andreas Andersen (dia 11, às 21h10); o thriller de horror “The Lodge” (dia 14, às 21h10), de Veronika Franz e Severin Fiala, os realizadores do conceituado “Goodnight Mommy”; e a primeira história de terror de Fatih Akin, “O Bar Luva Dourada”, sobre um serial killer cuja violência chocou o Festival de Cinema de Berlim (dia 12, às 21h35).

Já “Faz-me Companhia”, de Gonçalo Almeida, estará em estreia mundial — o realizador venceu em 2017 o prémio Motelx para Melhor Curta de Terror Portuguesa com “Thursday Night”. Será exibido no dia 14, às 18h30.

Este ano, o festival será especial porque a 13.ª edição do evento vai coincidir com a sexta-feira dia 13 de setembro. E, por isso, está prevista uma exibição do icónico “Sexta-Feira 13” (00h25), de 1980, o primeiro capítulo de uma enorme saga.

Da programação volta a fazer parte o Prémio Motelx — Melhor Curta de Terror Portuguesa. Este ano há dez filmes a disputar a distinção que atribui cinco mil euros. O vencedor fica ainda nomeado para o Méliès d’Or, galardão atribuído todos os anos pela Federação Europeia de Festivais de Cinema Fantástico.

Para os miúdos há a programação Lobo Mau, onde poderão ver filmes de animação como “O Pequeno Vampiro” (dia 11, às 10h30) ou “Um Susto de Família” (dia 13, às 10h30). E podem participar em workshops de criação de filmes, pequenos monstros, bonecos de luz e guloseimas temáticas, além do tradicional peddy paper pelo Cinema São Jorge.

Para chegar até ao local deverá seguir a Linha Azul do metro e sair na estação Avenida. De autocarro poderá apanhar as carreiras 709, 711, 732, ou 736. Na terça-feira, o festival começa às 21h10, nos restantes dias tem início às 10 horas.

Os bilhetes regulares custam 4,50€ por sessão. Para menores de 25 anos, ou maiores de 65, custam 4€. Se optar por cinco bilhetes para sessões diferentes custa 15€. Já as curtas ao almoço são 2,50€, e as sessões das 10 às 15 horas ficam por 3,50€.

Para os miúdos, as sessões Lobo Mau custam 3€. Os bilhetes podem ser comprados na Ticketline e locais habituais. Já a programação completa do Motelx pode ser consultada no site do evento.