NiTfm live

Cinema

A vida de Robert Pattinson, das expulsões na escola à fama de Hollywood

O ator britânico tem um novo filme de ficção científica, “High Life”, que estreia em Portugal esta quinta-feira, 13 de junho.
O ator tem 33 anos.

No início deste mês de junho chegou a notícia de que Robert Pattinson vai ser o próximo Batman no cinema — embora o primeiro filme da nova trilogia só esteja previsto para 2021. Esta quinta-feira, 13 de junho, contudo, estreia o novo filme do ator britânico. Chama-se “High Life” e é de ficção científica.

Realizada por Claire Denis, esta produção centra-se num grupo de prisioneiros do corredor da morte que aceita a experiência de ir passar o resto da vida ao espaço ao participar numa missão especial — tudo numa tentativa de melhorar a sustentabilidade ambiental do planeta.

Como tem sido descrito pelas críticas (que o têm elogiado bastante), o projeto não é tanto sobre este tema mais ecológico. Esse é apenas um pretexto para explorar a condição humana no espaço — a sensualidade, a morte e até a paternidade são diferentes quando não existe gravidade.

Este é mais um filme protagonizado por Robert Pattinson que se pode enquadrar na categoria de cinema de autor e independente, com uma produção pequena — um circuito em que o ator tem estado bastante envolvido nos últimos anos, seja a trabalhar com David Cronenberg, James Gray, Brady Corbet ou a dupla de Benny e Josh Safdie, entre outros.

Pode ter sido uma forma de o ator de 33 anos se tentar distanciar dos blockbusters com que ficou famoso em todo o mundo — primeiro ao interpretar Cedric Diggory em “Harry Potter e o Cálice de Fogo”; e, depois, ao ser Edward Cullen nos filmes imensamente populares da saga “Crepúsculo”.

Antes de ir a correr para o cinema para ver “High Life” — e de desesperar até conhecer o novo Batman —, descubra mais sobre a vida de Robert Pattinson.

Os problemas na escola

Apesar de não ser, como tantas outras celebridades, conhecido por escândalos na sua vida pessoal, a verdade é que Robert Pattinson teve uma infância algo atribulada. Tinha apenas seis ou sete anos quando foi suspenso da escola por estar a guardar caracóis e a andar de um lado para outro com eles numa caixa. Afinal, a sua intenção era boa: estava a salvá-los porque os colegas matavam os caracóis na hora do recreio. A escola — privada, como a grande maioria daquelas que frequentou — não gostou da atitude.

Mais tarde, aos 12 anos, foi expulso da Tower House School, revelou numa entrevista à revista “Extra”. Porém, o ator nunca divulgou o motivo.

Os vários papéis que teve

A primeira vez que vimos Robert Pattinson como ator — tirando os vários papéis que fez em teatro durante a adolescência — foi no telefilme britânico “O Reino do Anel”, em 2004. Contudo, Pattinson já tinha gravado uma cena para outro filme — só que acabou por não entrar na versão final.

Falamos de “A Feira das Vaidades”, onde foi o filho de Reese Witherspoon numa fase do filme em que ele está mais velho — o que é estranho, sendo que Witherspoon só tem mais dez anos do que Robert Pattinson. Curiosamente, mais tarde o ator interpretou o amante de Reese Witherspoon em “Água aos Elefantes”, em 2011.

Para fazer o papel em “Harry Potter e o Cálice de Fogo”, Pattinson teve aulas para aprender a fazer mergulho — porque era uma das principais provas no Troféu dos Três Feiticeiros, o grande acontecimento da história.