Cinema

O próximo “Transformers” vai ser o último de Michael Bay

O realizador americano já fez cinco filmes da saga. O novo estreia esta quinta-feira, 22 de junho.

Os filmes da saga começaram em 2007.

Há dez anos que o realizador Michael Bay tem estado bastante ocupado a contar no cinema as histórias dos robots carros aliens Optimus Prime e Bumblebee, além de outras personagens, como o humano Sam Witwicky (Shia LaBeouf).

O próximo filme da saga, “Transformers: O Último Cavaleiro”, estreia mundialmente na quinta-feira, 22 de junho, e será o último de Michael Bay, disse o próprio em entrevista com o site Fandango.

“Estes filmes que fiz, são filmes gigantes. Eles tiram muito de ti. Já o fiz o suficiente, e adorei fazê-lo. Vou sair com um estrondo com este, e acho que deves sair enquanto estás em cima. Tenho muitos outros filmes que quero fazer.”

Entre os vários capítulos de “Transformers” — cada um demorou cerca de dois anos a produzir —, Michael Bay conseguiu realizar “13 Horas: Os Soldados Secretos de Benghazi” e “Dá & Leva”. No total, quase 40% da carreira do realizador de 52 anos foi dedicada ao universo de “Transformers”, que começou com bonecos no Japão e se expandiu para livros de banda desenhada, desenhos animados, videojogos e filmes.

Apesar de tudo, já não é a primeira vez que Michael Bay diz querer abandonar a saga. Foi depois do terceiro filme que o elenco foi mudado para alterar a história e revitalizar o interesse do realizador. “Transformers: O Último Cavaleiro” vai ter Mark Wahlberg, Anthony Hopkins, Josh Duhamel ou Laura Haddock. Steven Spielberg mantém-se como produtor executivo.

Na mesma entrevista, Michael Bay diz que no futuro pretende fazer filmes mais adultos.

“Acabei de ler um guião muito bom de um filme sangrento sobre um assassino contratado. Parece um daqueles divertidos de fazer. Acho que vou querer fazer algo mais sério e adulto.”

Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo