NiTfm live

cinema

Morreu o guaxinim que vivia em Portugal e inspirou Rocket, de “Guardiões da Galáxia”

Oreo estava desde julho numa quinta perto de Penamacor, em Castelo Branco. Ia fazer 10 anos.
Oreo ia fazer 10 anos.

Oreo foi a grande estrela da red carpet durante a apresentação do primeiro “Guardiões da Galáxia”. Estávamos em julho de 2014 quando realizador James Gunn apareceu com o guaxinim ao ombro na Leicester Square, em Londres. O animal que inspirou a personagem de Rocket, que no original tem a voz de Bradley Cooper, morreu na quinta-feira, 7 de fevereiro.

O guaxinim ia fazer 10 anos em abril e vivia perto de Penamacor, em Castelo Branco, na Quinta Layla. Este é um projeto de um casal britânico, John e Sally Bent, onde acolhem vários animais que trabalharam para cinema e eventos. Em Inglaterra têm uma espécie de agência onde os produtores recorrem sempre que precisam de algum animal para as filmagens.

Estão em Portugal desde julho de 2018, altura em que trouxeram o Oreo para o País. Na última semana tinham dado conta do estado de saúde do guaxinim na sua página de Facebook. Poucas semanas antes da morte do animal, visitaram um veterinário que detetou várias infeções no peito e intestinos. Desde essa altura que estava inativo e sem conseguir comer.

O guaxinim foi enterrado junto a uma nespereira nos terrenos da Quinta Layla. Por cima foi colocada uma pedra de xisto onde se lê: “Oreo”. Além dos filmes de “Guardiões da Galáxia”, a personagem de Rocket aparece também “Vingadores: Guerra do Infinito”, de 2018.