NiTfm live

Cinema

Monstra: há mais de 550 filmes para ver no Festival de Animação

A 18.ª edição do evento de Lisboa vai homenagear o cinema de animação do Canadá e tem 15 sessões dedicadas ao país.
Em "Mirai", um miúdo vê a sua vida mudar com a chegada da irmã.

Mais de 550 filmes, 50 países participantes, projetos de cinco continentes. A 18.ª edição da Monstra já começou (esta quarta-feira, 20, com uma pré-estreia) e prolonga-se até 31 de março. Durante o festival, o público vai assistir a longas-metragens, curtas e curtíssimas (até dois minutos) em nove salas de exibição de Lisboa.

Este ano, o país homenageado é o Canadá. Duas efemérides ajudaram na escolha: os 105 anos do nascimento do realizador Norman McLaren — referência no cinema de animação — e os 80 anos do National Film Board of Canada, grande produtora de cinema independente daquele país.

Ao todo, serão 15 sessões de filmes canadianos com retrospetivas de realizadores como Frédéric Back, Caroline Leaf e, claro, Norman McLaren.

Há ainda uma competição internacional de longas-metragens composta por sete filmes. Seis deles são estreias nacionais e já foram exibidos em festivais internacionais. Já para ver “Mirai” (de Mamoru Hosoda), “Funan” (de Denis Do) ou “Tito e os Pássaros” (produção brasileira de Fustavo Steinberg, André Catoto e Gabriel Bitar).

Além disso, dez filmes concorrem na competição portuguesa de curtas. Entre elas estão “Agouro“, de Vasco Sá e David Doutel; “Entre Sombras“, de Mónica Santos e Alice Guimarães; e “Porque é Este o Meu ofício“, de Paulo Monteiro.

O festival também tem sessões dedicadas às famílias e aos miúdos. A Monstrinha acontece nos próximos dois fins de semana (nos dias 23, 24, 30 e 31 de março).

A célebre personagem Tintim vai estar presente com o filme “Tintim e os Prisioneiros do Sol“, uma obra de 1969 que comemora 50 anos desde a estreia. A exibição está marcada para 30 de março, às 22 horas, no Cinema City Alvalade.

Na edição de 2019, há cinco masterclasses relacionadas com o processo criativo das animações. No dia 25 de março, Igor Khilov vai explicar os segredos da construção e utilização de armaduras em filmes de animação em stop motion.

Já no dia 26 de março, Wendy Tilby e Amanda Forbis vão dar detalhes sobre a inspiração, o brainstorming e as técnicas por detrás dos seus filmes animados premiados.

O 18.º Festival de Animação de Lisboa apresenta sessões no Cinema São Jorge, Cinema City Alvalade, Cinema Ideal e Cinemateca Portuguesa — Museu do Cinema, em Lisboa.

Além disso, as sessões da Monstrinha distribuem-se por mais de 100 escolas dos concelhos de Lisboa, Almada, Sintra, Barreiro, Salvaterra de Magos, Ferreira do Alentejo, entre outros.

Os bilhetes são vendidos nas bilheteiras dos eventos. Algumas sessões são gratuitas e, nas restantes, o bilhete pode custar até 5€. Para consultar os locais e os valores, basta aceder ao site. A programação completa também pode ser consultada na página oficial da Monstra.