NiTfm live

Cinema

Julia Roberts revela final original de “Pretty Woman” — e era trágico e obscuro

O filme em que a atriz contracena com Richard Gere estreou nos cinemas em 1990.
O primeiro título do filme também era outro.

“Pretty Woman: Um Sonho de Mulher”, um dos filmes mais conhecidos de Julia Roberts e Richard Gere, tem um final típico de comédia romântica. Edward (a personagem de Gere) chega numa limusine branca com um enorme ramo de rosas para declarar o seu amor a Vivian (Roberts), que está no topo das escadas de incêndio do seu apartamento.

Essa cena — da história que chegou aos cinemas em 1990 — influenciou vários filmes do mesmo género que se seguiram. Contudo, inicialmente estava previsto que o enredo terminasse de uma forma bastante mais trágica e obscura.

Quem o revelou foi a própria Julia Roberts, numa entrevista à revista americana “Variety”. Nesse universo paralelo, Edward iria atirar Vivian para fora do carro, despejar o dinheiro por cima dela e simplesmente seguir em frente, deixando-a num beco sujo.

Foi também divulgado que o título original da produção — que seria algo mais independente e de cinema de autor — seria simplesmente “3,000”, numa referência ao número de dólares que Edward teria pago pela companhia da prostituta.