NiTfm live

Cinema

Santos vai ter cinema ao ar livre, concertos e teatro até setembro

A entrada é grátis para todas as iniciativas do festival Lusco-Fusco no Polo Cultural das Gaivotas, em Lisboa.
Tudo começa a 10 de julho.

O pátio do Polo Cultural Gaivotas, na zona de Santos, em Lisboa, volta a receber o festival Lusco-Fusco, que já está na quarta edição. Entre julho e setembro vai haver cinema ao ar livre, concertos, vários tipos de performances e peças de teatro. Todas as iniciativas são gratuitas.

Ao todo serão dez sessões de cinema que arrancam a 10 de julho com “Stuart“, de Zepe; e “Na Cidade Branca“, de Alain Tanner, às 21h30. No dia 17 há “Quaresma“, de José Álvaro Morais; e a 24 de julho pode ver “Ici“, de Pierre-Marie Goulet; e “Como Passei o Fim do Mundo“, de Catalin Mitulescu.

Para terminar o mês será exibido “Clandestino“, de Abi Feijó; e “Le Havre“, de Aki Kaurismäki, no dia 31. Durante agosto vai poder assistir a histórias como “Os Salteadores“, “Bab Sebta“,O Comboio Mistério“, “O Vento Levar-nos-á“, “La Tempestaire” e “A Dupla Viagem“.

O ciclo de cinema ao ar livre do Lusco-Fusco termina em setembro com “La Morte Rouge“, de Victor Erice; e “Ponto Morto“, de André Godinho, no dia 4; e com “Stromboli“, de Roberto Rosselini, no dia 11. Todas as sessões começam às 21h30.

Para acompanhar vai haver jantares temáticos preparados por chefs de gastronomia internacional. Vai ser possível provar pratos de Moçambique, Timor-Leste e de São Tomé e Príncipe. A refeição custa 15€ e inclui prato, bebida e sobremesa.

A programação completa pode ser consultada no site da Câmara Municipal de Lisboa. Apesar de a entrada ser livre, é sujeita à lotação do pátio. Se quiser jantar, precisa de fazer uma reserva através do email dos chefs, cujos contactos também pode encontrar na página da autarquia.