NiTfm live

Cinema

“Erva Daninha” é o grande vencedor do Motelx

O filme do realizador Guilherme Daniel foi o filme mais surpreendente do festival.
Bravo.

“Erva Daninha”, um filme de Guilherme Daniel que conta a história de um casal que cultiva um terreno aparentemente infértil e que um dia encontra na terra uma semente negra que começa a crescer e a influenciar os seus comportamentos, foi o grande vencedor do Motelx.

O mais assustador festival de cinema lisboeta acabou este domingo, 15 de setembro, no Cinema de São Jorge. O júri, composto pelo músico Samuel Úria, o autor britânico Howard David Ingham e a realizadora Raquel Freire elogiaram o filme.

“‘Erva Daninha’ foi o filme que mais nos surpreendeu, ficámos fascinados e perturbados desde o início. Numa competição muito forte, soube comunicar verdadeiramente uma estranheza sobrenatural, e é um filme que nos dá a sensação de ser única e autenticamente português”, disseram à “Lusa”, citada pelo “Notícias ao Minuto”.

Esta é a segunda vez que o realizador Guilherme Daniel conquista este prémio, depois de no ano passado ter vencido com “A Estranha Casa na Bruma”.

“Erva Daninha” ficou automaticamente selecionada para o prémio Méliès d’Or, que é atribuído pela Federação Europeia de Festivais de Cinema Fantástico, a 6 de outubro, numa cerimónia em Sitges, Espanha.