NiTfm live

Cinema

“Bohemian Rhapsody”: 8 erros históricos do filme sobre a carreira dos Queen

A produção que mostra o percurso da banda de Freddie Mercury e Brian May estreia esta quarta-feira, 31 de outubro.

Rami Malek é Freddie Mercury neste filme.

Era um dos filmes mais esperados do ano, especialmente para os fãs dos Queen. “Bohemian Rhapsody”, o filme que conta a história da banda britânica — em que Rami Malek faz o papel do icónico (e isso é dizer pouco) Freddie Mercury — estreia em Portugal esta quarta-feira, 31 de outubro.

Podia ser um risco adaptar a história dos Queen ao cinema. A banda tem imensos fãs dedicados que conhecem cada detalhe da carreira do grupo e podiam não gostar da forma como a história seria contada — o cronista da NiT Nuno Bento, que assistiu à estreia em Londres, foi um dos vários que se sentiram desiludidos.

Uma das coisas que mais o irritou — a ele e a tantos outros fãs dos Queen — foi que no filme, que foi feito com a produção executiva de Brian May, existem bastantes (e bastantes mesmo) imprecisões ou erros históricos sobre a carreira da banda.

Claro que não terão sido pormenores que passaram ao lado da equipa de guionistas. O que houve foi, para efeitos de Hollywood e da narrativa conveniente do enredo, uma adaptação da verdadeira história da banda. O filme foi realizado por Bryan Singer e escrito por Anthony McCarten.

Eis alguns dos principais erros — ou diferenças, porque não terão sido por engano — entre o que se passou na vida real e o que está realmente no filme “Bohemian Rhapsody”. “Is this the real life? Or just fantasy?”

Filme: Em “Bohemian Rhapsody” vemos Brian May a compor o hino “We Will Rock You”, que foi gravado no verão de 1977, com Freddie Mercury a ostentar o seu característico bigode.
Vida Real: Ora, Freddie Mercury só deixou crescer o bigode a partir de março de 1980 — a primeira aparição com esta imagem num videoclip foi no single de “Play The Game” em maio desse ano. Quase três anos antes. É o “moustachegate”, como escreveu o cronista Nuno Bento.

Filme: Os Queen aparecem na digressão americana dos anos de 1974-1975 ao som de “Fat Bottomed Girls”.
Vida Real: O tema “Fat Bottomed Girls” foi escrito em 1978 e faz parte do álbum “Jazz”, editado dois anos depois.