NiTfm live

Cinema

“A Herdade” é a aposta portuguesa para os Óscares de 2020

O filme foi realizado por Tiago Guedes e vai concorrer na categoria de Melhor Filme Internacional.
A aposta portuguesa.

Com estreia em Portugal marcada para o dia 19 de setembro, “A Herdade” foi o filme escolhido pelos membros da Academia Portuguesa de Cinema (APC) para representar Portugal nos Óscares 2020, na categoria Melhor Filme Internacional.

A longa metragem fez sua estreia mundial na competição oficial do 76.º Festival de Cinema de Veneza, onde o realizador Tiago Guedes foi distinguido com o Prémio Bisato d’Oro para melhor realização. Neste momento, “A Herdade” encontra-se no Festival de Toronto que acontece até dia 15 de setembro e tem se notabilizado como grande trampolim para os filmes que desejam passar pelo tapete vermelho em Hollywood. É a primeira vez que um filme português é selecionado para a secção Special Presentations do festival.

A história de “A Herdade” passa-se na segunda metade do século XX, ao longo de várias décadas, e acompanha uma família de proprietários de um dos maiores latifúndios da Europa, que fica na margem sul do Rio Tejo. O filme faz um retrato da vida histórica, política e financeira de Portugal, entre os anos 40 e os dias de hoje. Albano Jerónimo interpreta o protagonista, João Fernandes — o chefe da família. O elenco tem ainda Sandra FaleiroMiguel BorgesAna Vilela da CostaJoão VicenteVictoria GuerraAna BustorffBeatriz Brás ou Diogo Dória.