NiTfm live

Televisão

As séries míticas do “Agora Escolha”

Bloco A ou Bloco B? Durante mais de sete anos, este foi um dos programas de maior sucesso da televisão. Havia um clube de fãs e Vera Roquette, a apresentadora, nem tirava férias no verão.

15h02, 13 de outubro de 1986, RTP2. Estreava assim “Agora Escolha”, um dos programas mais populares de sempre da televisão portuguesa. O conceito era inovador e inédito no País: de segunda a sexta-feira, os espectadores podiam escolher entre dois programas, votando através do telefone.

Em Portugal era a primeira vez que havia um formato interativo e, embora fosse transmitido durante a tarde, o sucesso foi tanto que o “Agora Escolha” esteve no ar até 1994 e chegou mesmo a existir um clube de fãs.

Vera Roquette era a apresentadora. Tinha começado a trabalhar na RTP exatamente em 1986, no programa “Uma História ao Fim do Dia”, que alternava com Serenella Andrade.

Foi Carlos Pinto Coelho, na altura diretor de programas, que lhe apresentou o projeto, mas Roquette fez do formato muito mais do que uma simples votação. A apresentadora recebia inúmeras cartas, a que respondia com frequência, e até mostrava na televisão alguns dos desenhos que lhe enviavam. A partir de 1993 passou a estar acompanhada pelo Tampinhas, a mascote da Frisumo, a marca de bebidas que patrocinava o programa.

Foi nesse ano também, a 13 de setembro, que o “Agora Escolha” se mudou para a RTP1, na altura Canal 1. Antes, entre 12 de outubro de 1987 e 15 de setembro de 1989, em vez de ser transmitido de segunda a sexta-feira, passou apenas a ser exibido às segundas, quartas e sextas-feiras. Ainda assim, durante vários anos Vera Roquette não teve férias no verão, que era exatamente a época em que o programa tinha mais audiência.

Nos primeiros minutos da emissão, ela apresentava os dois conteúdos do dia, um estava no Bloco A e o outro no Bloco B. Os espectadores escolhiam depois o que queriam ver através do telefone. Enquanto decorria a votação, a RTP transmitia outro conteúdo, geralmente uma animação, que durava cerca de 25 minutos. No canto superior esquerdo do ecrã acompanhavam-se os votos em tempo real — havia programas que nem uma chamada conseguiam.

A 13 de outubro de 1986, o primeiro episódio do “Agora Escolha” propôs um episódio da série “Espaço: 1999” ou a peça “La Sylphide”, da Companhia Nacional de Bailado. O programa que nos Estados Unidos foi transmitido entre 1975 e 1977 ganhou. Nesse dia, enquanto durou a votação, a RTP2 transmitiu “Os Polis” e “Charlot”.

“Tom Sawyer”, “Os Três Mosqueteiros” ou “Ana dos Cabelos Ruivos” eram apenas mais alguns exemplos dos programas que ocupavam o tempo de espera.

Era possível votar antes da emissão. Uma telefonista atendia o espectador e dizia-lhe quais as escolhas do dia

797 82 14, 797 83 37 ou 797 82 89. O mais provável é ainda se lembrar de um destes números de telefone, que tinha de acompanhar com o indicativo da rede de Lisboa (01). Mais tarde surgiram também linhas da rede do Porto (com o indicativo 02): 711 09 08 e 711 09 77.

Os mais ansiosos nem sequer tinham de esperar pelo início da emissão para votar. Quem ligava antes era atendido por uma telefonista, que dizia ao espectador quais as possibilidades para aquele dia. No final de cada programa, Vera Roquette também informava que programas estariam disponíveis no dia seguinte.

Para o genérico foi escolhido o tema “Moon Dance”, do harpista Andreas Wollenweider. No entanto, ao longo dos sete anos seguintes, houve pelo menos mais três versões.

Quando o “Agora Escolha” terminou, a 7 de janeiro de 1994, Vera Roquette recusou um convite da TVI para apresentar uma ideia semelhante. “A Escolha é Sua” foi conduzida por Carmen Godinho e transmitida entre 1994 e 1996. Aqui as chamadas eram de valor acrescentado.

Em 2011, a RTP Memória voltou a transmitir o programa, todas as sextas-feiras, desta vez com apresentação de Catarina Camacho, e a 13 de julho de 2015 estreou uma versão renovada com Marta Leite Castro.

Desta vez, a escolha entre os dois blocos era feita através do site da RTP. A primeira emissão colocou frente a frente “Liberdade 21” e “O Tal Canal”. O programa dos anos 80 de Herman José foi o mais votado e nesse dia foi visto por 171 mil espectadores.

Este “Agora Escolha” esteve longe de ser o fenómeno do original — durou até 30 de julho e foram sujeitos a votação episódios de “Os Contemporâneos”, “Rouxinol Faduncho”, “Paraíso Filmes”, “Zé Gato” ou “A Minha Sogra é Uma Bruxa”. O carisma de Vera Roquette e a inovação que o programa representou nos anos 80 marcaram uma geração inteira e será impossível de repetir.

Para recordar alguns dos programas míticos que passaram pelo “Agora Escolha”, carregue na imagem acima.