Moda

ModaLisboa: Ricardo Preto inundou-nos de cores, padrões e coordenados

Terra, azuis, verdes, amarelos e vermelhos foram os principais tons escolhidos para esta coleção "Now".

Motivos étnicos e flores orientais foram algumas das sugestões.

Foi o último desfile primeira noite da 51.ª edição da ModaLisboa, no Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa, e foi também o que começou mais ou menos à hora marcada. Faltavam quase 10 minutos para as 23 horas, quando as luzes se acenderam e ao longe surgiu uma enorme mancha vermelha. A primeira modelo apareceu com uma espécie de touca na cabeça e o cabelo apanhado num rabo de cavalo, com um grande casaco e saia num vermelho bastante vivo.

Com esta coleção de primavera/verão 2019, Ricardo Preto quis olhar para o presente e isso percebe-se logo pela escolha do nome desta apresentação: “Now”. O criador inspirou-se na relação de intimidade que cada pessoa tem com as suas peças de roupa, olhando para elas quase como se fossem uma segunda pele. 

Ricardo diz à NiT que se sente “bastante atraído pelo momento presente” e pelo “ritmo frenético em que todos nós vivemos hoje em dia”. A Internet mudou tudo. E tudo passou a ser imediato. As 24 horas de um dia passam a correr, por isso, é fundamental que usemos peças de roupa confortáveis para passar várias horas por dia fora de casa. 

Assim se explica que os tecidos escolhidos para esta coleção sejam capazes de aguentar 14 ou 16 horas e continuem impecáveis, sem nunca se amarrotarem.

“A ideia é que os tecidos nos abracem e nos façam sentir livres”, explicou Ricardo Preto. Desta vez, o criador escolheu silhuetas sofisticadas e ao mesmo tempo práticas para a mulher moderna, com cortes assimétricos em materiais fluidos. Muitos dos looks apresentaram combinações de cores inesperadas em tons terra, azuis, verdes, vermelhos e misturas de padrões. 

De todas as combinações, misturas de cores e padrões que vimos, destacaram-se uns olhos que apareceram em T-shirts e vestidos. A razão para a sua presença é simples: o criador costumava desenhar muitos olhos quando era miúdo, assim como corações. Um dia percebeu que Yves Saint Laurent fazia o mesmo. Este ano foi a primeira vez que Ricardo trouxe esses olhos para um dos seus desfiles. 

Como começou a carreira de Ricardo Preto

Ricardo Preto é um designer que tem uma carreira nacional e internacional. Formado em arquitetura pela Universidade Lusíada, em Lisboa, decidiu seguir a área da moda depois de ter frequentado um curso de corte e costura com Maria Emília Sobreira e de ter realizado um workshop de carteiras na St. Martins School of Arts, em Londres.

Os primeiros passos formam dados com a coleção que desenhou para a marca Amarras e com a criação de carteiras para a marca espanhola Perteguaz. Na mesma época, os criadores Dino Alves e Osvaldo Martins convidaram-no para desenhar chapéus e acessórios para as suas coleções. Chegou ainda a apresentar duas coleções nas Manobras de Maio e só depois, a partir de março de 2006, recebeu o convite para participar na ModaLisboa. Vínculo que, aliás, se mantém até hoje.

A par das coleções que tem vindo a desenvolver ao longo dos anos, trabalhou em variadíssimas produções para revistas nacionais, quer de moda quer de lifestyle. Desenvolveu também parcerias com algumas marcas e criou, por exemplo, o guarda-roupa para a ópera Paint Me (uma co-produção São Carlos e Culturgest), em 2010.

Entre 2010 e 2015, criou coleções especiais com a Meam Style. Chegou a produzir três linhas por estação, que foram vendidas em Espanha, França e Itália. No mesmo período, desenvolveu uma parceria com a marca de sapatos Clays, tendo com esse apoio, desenhado as linhas de sapatos Ricardo Preto e Meam Style.

Neste momento, não tem passado tanto tempo em Portugal porque é o diretor criativo das marcas Ricardo Preto exclusively for Rustan’s e U by Ricardo Preto for Rustan’s. Desde 2016 que desenha as coleções Ricardo Preto exclusively for Rustan’s men and Woman, e U by Ricardo Preto for Rustan’s Men and Woman. O mesmo acontece com os acessórios da marca que estão atualmente à venda no mercado asiático.

Carregue na galeria para conhecer as propostas do criador para a primavera/verão 2019.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT