Moda

ModaLisboa: o último e brilhante desfile de Luís Carvalho

Este domingo, 13 de outubro, o criador português fechou a 53.ª edição do evento.
Fotografias de David Velez.

O desafio era grande para Luís Carvalho. Ia fechar o último dia da ModaLisboa, que aconteceu nas Antigas Oficinas Gerais de Fardamento e Equipamento do Exército, em Lisboa, — o que acaba por ter alguma responsabilidade — e a fasquia estava alta. Na edição de março, o criador já tinha recebido os maiores elogios pela coleção que apresentou.

Comecemos pelo princípio. Antes de as luzes se apagarem, Carolina Loureiro, Luís Borges, Sofia Cerveira e Cláudia Vieira eram as presenças mais notadas. Todos eles usam roupa do criador em eventos e fizeram questão de vir aplaudi-lo em pé.

Já depois de estar toda a gente sentada, começou a ouvir-se o vozeirão de Nancy Sinatra e o seu “Bang Bang (My Baby Shot Me Down)”. Supostamente não devia haver barulho de fundo, mas foi impossível para a maioria das pessoas não exclamar “wow”.

A primeira mulher a surgir na passerelle era Tânia Dioespirro, a amiga de Luís Carvalho que tem cancro da mama — e com quem o criador lançou uma T-shirt cujo lucro reverte para a Liga Portuguesa Contra o Cancro.

Seguiram-se 25 minutos de espetáculo. “20” é uma coleção, como o nome indica, inspirada na silhueta dos anos 20 e na Art Déco, e isso ficou bem provado. Materiais como seda, organza, plumas, lantejoulas e sarja de algodão estiveram presentes na maioria dos looks quer femininos como masculinos.

Destaque para as silhuetas retas ou oversize, as cinturas marcadas, blazers como primeira pele, e os decotes nas costas, tão elegantes.

No final do desfile, após a última manequim sair da passerelle, seguiu-se um momento emocionante que, comparado a um jogo de futebol, seria a parte dos penalties. Na sala surgiu Ana Moura que, com o vozeirão que lhe é característico, pôs toda a gente de pé a aplaudiu-la.

Foi ao som da artista que os manequins deram uma última volta e seguiu-se Luís Carvalho.

Como começou a carreira de Luís Carvalho

Nasceu em 1987 em Vizela. Em 2009, licenciou-se em Design de Moda e Têxtil pela Escola Superior de Artes Aplicadas, em Castelo Branco. Dois anos mais tarde, em 2011, venceu o prémio para melhor coordenado masculino no Acrobactic 2011, no Porto. 

Chegou a trabalhar nos ateliers de Filipe Faísca e Ricardo Preto e foi designer de moda da Salsa Jeans durante dois anos e meio até decidir aventurar-se em nome próprio, em 2013. Nesse mesmo ano apresentou a sua primeira coleção na ModaLisboa e um ano mais tarde abriu o seu primeiro espaço físico, em Vizela, onde junta a loja e atelier.

Em 2015, foi convidado para lecionar na Escola Profissional CENATEX, em Guimarães. Após um ano letivo, além de formador, Luís Carvalho passou a acumular as funções de coordenador do curso de Design de Moda. Em maio de 2017 venceu o Globo de Ouro de Melhor Estilista.

A seguir, carregue na galeria para conhecer a nova coleção de Luís Carvalho.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT