Moda

As camisolas mais pirosas que pode (e deve) usar na noite de Natal

A NiT fez uma seleção quente e descontraída de malhas fofinhas para a véspera de Natal.
Prepare-se para o dia nacional do ugly sweater.

Não dá para negar que as camisolas de Natal pirosas voltaram à moda. Pode ser a aura de magia da época natalícia, mas a verdade é que os Ugly Christmas Sweaters, como são chamadas nos Estados Unidos e no Reino Unido, despertam uma sensação calorosa e evocam as memórias de infância e das ceias fartas com a casa cheia de familiares.

Embora o sweater como roupa de vestuário exista nos Estados Unidos desde o final do século XIX, versões descontraídas deste tipo de camisola começaram a ganhar destaque entre a metade da década de 80 e o início dos anos 90. Na época, a personagem Cliff Huxtable, interpretada por Bill Cosby no “The Cosby Show” — muito antes de serem conhecidas as dezenas violações de que o humorista é agora acusado, vestia camisolas feias, mas sempre divertidas.

Uma das camisolas temáticas de Bill Cosby.

Pioneiro na tendência do Ugly Sweater, o comediante tornou-se um ícone deste tipo de peça. Era o uniforme do homem de família no Natal: uma camisola de lã com uma mistura de padrões, cores e desenhos questionáveis.

Apesar de fazer parte da lista de itens proibidos da moda, a popularidade da peça voltou com tudo e virou tendência. No mês de dezembro é possível encontrar várias opções espalhadas pelas lojas do País. A ideia é entrar no espírito natalício com uma boa dose de humor e um look à prova de frio.

Aconchegante e prática, a peça é a roupa ideal para quem vai passar o Natal num local que não exige um dress code mais elegante. Pode optar pelos tradicionais desenhos de renas ou bonecos de neve, escolher o clássico Pai Natal ou ainda modelos com frases ou personagens de desenhos animados.

Carregue na galeria para conhecer as 12 sugestões que a NiT encontrou em diferentes lojas para este Natal.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT