Moda

A modelo que desfilou de cadeira de rodas e que está a mudar mentalidades

Jillian Mercado marcou presença no desfile da marca The Blonds na Semana da Moda de Nova Iorque, nos EUA.
Bravo.

O dia 30 de abril de 1987 será sempre recordado como um dia feliz para os pais de Jillian Mercado. Afinal, acabava de nascer a sua primeira filha, em Nova Iorque, nos Estado Unidos. Embora nos primeiros anos de vida, a criança tenha sido saudável, ainda durante a infância foi-lhe diagnosticada distrofia muscular — uma doença que resulta no progressivo enfraquecimento e desintegração dos músculos esqueléticos.

Embora tivessem noção de que a vida da jovem não ia ser fácil, os pais de Jillian nunca deixaram de lutar pelos direitos da filha e sempre fizeram questão que ela se integrasse nas escolas ditas normais.

Incentivada pela mãe, costureira, Jillian estudou merchandising na Fashion Institute of Technology de Nova Iorque, entre 2006 e 2010, e fez estágios em revistas como a “Veranda” ou “Allure”. Nessa altura, mesmo com já algumas limitações físicas, a americana inscreveu-se como voluntária nas Semanas da Moda e passou a cobrir vários eventos.

Foi assim que o diretor de moda italiano Nicola Formichetti a descobriu e convidou-a para ser a estrela de uma campanha da Diesel, em 2015. Apenas um ano depois, Ivan Bart, presidente da IMG Models, contratou-a para a agência de modelos, ao lado de nomes como Bella Hadid, Ajak Deng, Alek Wek e Lexi Boling.

Desde então, Jillian tem feito vários ensaios fotográficos. Em março de 2016, Beyoncé anunciou-a como uma das principais modelos de uma coleção de roupa que se tornou rapidamente num sucesso. Depois disso, a jovem participou numa campanha que estreou no Billboard Latin Music Awards, fez produções para a “Glamour” e “Cosmopolitan” e estreou-se na capa da “Posture Magazine”.

A campanha da Diesel.

No domingo, 9 de fevereiro, Jillian fez história na indústria da moda ao surgir de cadeira de rodas na passerelle da Semana da Moda de Nova Iorque. A modelo de 32 anos foi convidada de Davide Blond e Phillipe Blond, diretores criativos da marca The Blonds, e aproveitou o desfilar para quebrar estereótipos e mostrar que, no fundo, todas as pessoas são iguais.

No seu Instragram, a americana deixou um longo testemunho sobre como foi importante participar neste espetáculo. “Este momento é para todas as pessoas que têm alguma deficiência no mundo e que se tenham sentido invisíveis e não ouvidas. É pelas inúmeras vezes em que todos nós gritamos por respeito e representação igualitária. Ou pelo tempo em que outras pessoas falavam e nosso nome, mas não por nós”, escreveu.

E continuou: “Sentimos por muito tempo que não pertencíamos a este mundo pois ninguém pensava que éramos capazes de fazer qualquer coisa. Passei por incontornáveis batalhas para ter a certeza de que esse momento seria como imaginei. A determinação ajudou-me a chegar até aqui”, disse.

A publicação tornou-se rapidamente viral como milhares de pessoas a darem os parabéns pela coragem e iniciativa de Jillian. Famosas modelos como Karen Elson chegaram mesmo a chamá-la de “rainha”.

View this post on Instagram

This moment was brought to you by…⁣⁣ Every single person who has a disability around the world that has felt unseen and unheard. For the countless of times that we all have shouted for respect and equal representation. Or for the times other people speak for us, not with us. For when we felt like we just didn’t belong in this world because no one thought that we were capable of doing anything. The times where people speak to everyone about our problems or our needs but us. ⁣ ⁣ This moment is brought to you by a young girl looking through magazines-collecting them to the point of basically being a hoarder and watching fashion television while taking notes of how to be the best in the industry-being glamorized by the world of fashion and loving every single moment of what she saw but wondering if she actually belonged. Wondering if they would actually accept her for being exactly who she is, even though she never saw someone who had a visible disability in those magazines or television. Imagining what that would look like was nothing but a dream, a fantasy. One that she was told again and again that it would never be possible, that the world wasn’t ready, that the world wouldn’t give her a chance. This moment. This exact moment, It’s for you.⁣⁣ ⁣⁣ I’ve been through countless wars making sure that this moment was exactly how I imagined through every obstacle you can think of. Determination helped me get to this moment and those who believed in me made sure that it was as perfect as I knew I could be. Thank you to @davidblond and @phillipeblond for giving me this opportunity of a lifetime, a huge mile stone in my career.⁣💋⁣ ⁣⁣ photo by @alexcruz.nyc

A post shared by Jillian Mercado (@jillianmercado) on

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT