Lojas e marcas

Valha-me Deus: a marca portuguesa que quer ser um desbloqueador de conversas sobre a fé

Entre as propostas, vai encontrar T-shirts com frases que funcionam como uma espécie de provocação para abrir o diálogo.
Afonso e Miguel Cardoso, os fundadores.

No dia 8 de julho, foi lançada uma nova marca portuguesa que tem como objetivo por toda a gente a falar sobre a fé. Chama-se Valha-me Deus e vende T-shirts, sacos e camisolas para todos os géneros e idades onde o denominador comum são os elementos gráficos cristãos.

Miguel Cardoso, de 47 anos, lançou a marca com a ajuda do filho Afonso, de 19. O pai descreve-se como um “autodidata”. Em 1994 fundou a Terra das Ideias e trabalhou ao longo dos anos “em tudo o que é comunicação”, desde pequenas empresas a marcas maiores, passando até por nomes da música como Rui Veloso. Fez o design de discos e trabalhou a parte digital, fez videoclipes e até trabalhos para o Canal Panda.

Ao mesmo tempo, teve um projeto de pop rock de inspiração cristã chamado Kyrios, com o qual gravou cinco álbuns e deu concertos por todo o País, acabando mesmo por se tornar uma referência na área. No entanto, conta-nos, a banda está parada há “cinco ou seis anos”. 

View this post on Instagram

Hoodie AMEN BORDADO para Mulher 👩‍🦰

A post shared by Valha-me Deus (@loja.valhamedeus) on

No meio disto tudo, ainda lançou vários livros com ilustrações suas e “a história das T-shirts” surgiu naturalmente. “Desde há muito tempo que trabalho marcas cristãs profissionalmente, dos mais variados tipos”, recorda. Entre elas incluem-se congregações católicas, dioceses e edições cristãs.

Já Afonso, o filho, terminou um curso profissional em Multimédia e está agora a completar um estágio na área para perceber o que quer fazer a seguir. “Havia a vontade de experimentar e avançar um projeto meu e lancei o desafio ao Afonso, que quis entrar comigo”, continua Miguel. 

Por serem cristãos, este era um mercado que conheciam e uma área que já tinham vontade de explorar há algum tempo. “Achei que podia ser interessante ter uma marca que funcionasse como desbloqueador de conversa no sentido de criar a vontade de ver o que temos vestido ou usamos e falar sobre isso”.

View this post on Instagram

Também temos uma colecção para os mais novos 🤗👧

A post shared by Valha-me Deus (@loja.valhamedeus) on

Na loja online da Valha-me Deus, os produtos têm todos frases ou elementos gráficos que funcionam, por vezes, como uma provocação. “Perigoso é não amar” e “ter só serve para dar” são dois exemplos de reptos que se pode usar ao peito para despertar a atenção de quem os vê. Mas Miguel explica que também há opções mais clássicas, que podem responder à procura de um público conservador.

O design é todo seu: “Alguns desenhos são feitos de raiz e outros são reabilitações que fizemos de alguns ícones tradicionais cristãos, a que demos uma roupagem nova”. 

A procura, revela, “superou as expetativas”. Em menos de um mês, a Valha-me Deus já tinha recebido pedidos de norte a sul do País, desde clientes ligados a grupos de jovens católicos e movimentos da Igreja, a evangélicos e até algumas pessoas atraídas pelo fator da curiosidade que desperta o próprio nome da marca.

Todas as opções estão disponíveis no site, com tamanhos que vão do S ao XXL, modelos para os miúdos e também mochilas e sacos. Já os preços variam entre os 7,99€ e 39,99€.

View this post on Instagram

T-shirt TER SÓ SERVE PARA DAR por apenas 14.99€ 👇

A post shared by Valha-me Deus (@loja.valhamedeus) on

Quem manda nisto tudo?

Nomes: Miguel e Afonso Cardoso;
Idades: 47 e 19 anos;
Guilty pleasures: Miguel – “Música de Natal no verão, arroz doce quente e desenhar nas toalhas de papel dos restaurantes”; Afonso – “Pizza com natas, camarão, banana e ananás, wraps com banana, manteiga de amendoim e mel, ouvir trance no banho”.
Peça favorita: Miguel – “A T-shirt ‘farei de vós pescadores de homens’ e um peixe a dizer ‘top'”; Afonso – “A ‘ter só serve para dar'”;
Convençam-nos a conhecer a marca: Miguel – “É possível usar streetwear com uma mensagem de amor? Então não é… Valha-me Deus”; Afonso – “Se achas que já viste tudo, espreita este site”.

A seguir, carregue na galeria para conhecer algumas propostas da Valha-me Deus.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT