Lojas e marcas

Na nova loja vintage de Lisboa as peças de roupa são pagas ao quilo

A Flamingos Vintage Kilo, na Rua dos Douradores, vende artigos em segunda mão dos anos 40 aos 90.
Não faltam propostas western.

Imagine uma loja de roupa que funciona como se estivesse na mercearia a comprar laranjas: escolhe as peças de que mais gosta, coloca-as numa cesta e no final dirige-se à caixa para pesá-las na balança. O valor da conta, já se sabe, vai sempre depender do preço do produto ao quilo.

É assim que funciona na Flamingos Vintage Kilo, a loja de roupa em segunda mão que chegou ao número 168 da Rua dos Douradores, em Lisboa, em novembro de 2019. O espaço colorido de 100 metros quadrados está cheio com peças de roupa e acessórios do teto até ao chão, que vêm de décadas tão distantes como os anos 40.

“É roupa vintage, mas tem mais qualidade do que a que se faz agora”, explica à NiT Sara Dorado, uma das sócias, que já tem também uma loja de roupa vintage em Badajoz, Espanha, com oito anos — a Dorado Vintage. 

Apaixonada por Lisboa, a espanhola de 31 anos juntou-se a três amigos para começar um projeto em Portugal. A solução foi abrirem um franchising de uma espécie de império do vintage em Espanha, a Flamingos. O conceito nasceu em Barcelona há quase nove anos e desde aí já abriram 45 espaços em três países. Grande parte da mercadoria vem dos Estados Unidos. 

A partir da central da empresa no Texas chegam artigos únicos que podem custar 13€, 24€ ou 39€ ao quilo, dependendo das características. No entanto, o valor mínimo que pode pagar é sempre de 7€ — se quiser, por exemplo, comprar uma T-shirt cujo peso corresponda a menos, terá de acrescentar mais qualquer coisa à balança ou pagar simplesmente os tais 7€ por uma única peça.

Na nova Flamingos vai encontrar botas da Dr. Martens, calças da Levi’s, vestidos de época, casacos de aviador, coleções western e carteiras em perfeito estado. Há também peças de luxo mais exclusivas, para as quais é estabelecido um preço fixo, além dos vestidos de noiva de que os clientes “gostam muito”, garante a empresária. Apesar de as coleções abrangerem quase todas as décadas do século passado, o destaque vai para os anos 70, 80 e 90.

Associada ao vintage há sempre uma preocupação com o ambiente. “Somos muito conscientes de como o mundo está e que temos muito trabalho para fazer”, explica Sara, acrescentando que “as pessoas consomem muita fast fashion e não sabem os danos que isso provoca. Nós propomos uma moda sustentável e responsável”.

Além das roupas em segunda mão, a Flamingos faz bomber jackets a partir de peças que já não estão em condições de serem vendidas, reciclando o tecido para não haver desperdício. O resultado são apenas 10 exemplares de cada modelo, enviados para as várias lojas para garantir a exclusividade.

De seguida, carregue na galeria para conhecer melhor o novo espaço da Baixa.

LOCALIZAÇÃO, CONTACTOS E HORÁRIOS

morada
  • Flamingos Vintage Kilo [ver mapa]
    Rua dos Douradores, N. 168
    1100-207 Lisboa
    localização
    Lisboa

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT