Lojas e marcas

A Knot vai vender roupa usada — e dá descontos a quem entregar as peças antigas

A marca portuguesa vai receber artigos em segunda mão nas lojas até setembro, fase em que arranca a venda ao público.
É um projeto que tem como base a sustentabilidade.

Chama-se re.love e é a mais recente novidade da marca portuguesa de roupa infantil Knot. O projeto foi lançado no início deste mês e pretende colocar à venda roupa usada da marca para lhe dar uma nova vida, revertendo cinco por cento das vendas para ajudar a Fundação do Gil.

Numa fase inicial, a Knot está apenas a receber peças usadas, arrancando em setembro a venda ao público através do site e lojas físicas selecionadas. Este projeto, explicam os responsáveis, foi lançado a “no nosso planeta”, para que repensemos “a forma como consumimos moda”. Além de promover a economia circular, o re.love quer contribuir para causas sociais apoiando a Fundação do Gil, cujo objetivo é reintegrar na sociedade crianças com necessidades clínicas, emocionais e sociais.

knot
As etiquetas do re.love agradecem ao cliente pela escolha.

“Com um mundo em constantes mudanças onde é cada vez mais urgente termos preocupações ambientais e mudarmos a forma como vivemos e consumimos, em particular a moda, o lançamento deste projeto acaba por ser um passo natural na sequência do que já tem vindo a ser construído pela marca”, explicam os responsáveis.

Na verdade, a sustentabilidade já faz parte dos princípios da empresa, que sempre produziu localmente com parceiros portugueses, utiliza materiais naturais e assegura a qualidade dos produtos de forma a que perdurem por várias gerações.

“O re.love pretende relembrar que todas as peças de roupa nascem com uma história no seu design, para depois acompanharem o crescimento de uma criança nas suas brincadeiras e momentos com amigos e família. Mas também que a história dessas peças não tem de acabar quando deixam de servir“, revela Carla Caetano, fundadora da marca.

knot
As etiquetas servem como marcadores de livros.

Sobre os produtos que estarão disponíveis na linha, explica: “São peças que já foram amadas, mas que podem voltar a sê-lo numa nova família, e criar assim novas memórias e novas histórias.”

Assim, fica fácil perceber por que é que o gato foi escolhido como símbolo da re.love, já que costuma dizer-se que estes animais “têm muitas vidas” e é isso que a Knot pretende dar às peças de roupa usadas da marca.

Até setembro, os artigos usados podem ser entregues em qualquer loja da Knot no País, com as condições de que deverão estar “como novos”, cuidadosamente lavados e com as etiquetas interiores, de forma a que possam voltar a ser vendidos. Aos clientes que entregarem as peças, será atribuído um saldo Knot+ (o programa de fidelização da marca), de acordo com uma tabela por tipologia de produto.

knot
Os sacos reutilizáveis têm o gato que simboliza a linha.

Este saldo pode depois ser usado como descontos nas peças da re.love, uma iniciativa que serve para enraizar o hábito de compra da linha e fazer com que o cliente a sinta como “uma alternativa real de compra”.

“Queremos envolver o cliente com a marca além da compra ‘tradicional’, mas também ir de encontro a um novo tipo de consumidor, com outras preocupações na forma como compra e que privilegia formas alternativas de consumo”, acrescenta Carla Caetano.

As peças vendidas na linha re.love vão ter etiquetas de cartão que também servem como marcadores de livros, para lhes dar um segundo propósito. Na primeira compra de um artigo desta linha, os clientes vão receber de oferta um tote bag reutilizável, que deverá servir para ser usado nas próximas compras.

A seguir, carregue na galeria para conhecer algumas das novas propostas da Knot para menino e menina.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT