Lojas e marcas

Estas são as lojas que vão manter-se abertas nos centros comerciais

Além de supermercados e restaurantes em regime de take-away, os espaços de cosmética, bricolage e até lavandaria têm de manter-se em funcionamento.
Vão manter-se abertos.

Quando, na passada quinta-feira, dia 19 de março, o primeiro-ministro anunciou que, no âmbito das medidas aprovada pelo governo para o estado de emergência, os centros comerciais se manteriam abertos apenas para dar acesso aos serviços essenciais, a maioria das pessoas assumiu que António Costa se referia apenas aos supermercados e espaços de restauração — que só podem funcionar em regime de take-away ou delivery.

Contudo, foi agora divulgada a lista completa dos serviços considerados prioritários e que se vão manter abertos durante o estado de emergência. A lista foi divulgada pela Associação Portuguesa de Centros Comerciais (APCC), e mostra que os serviços que se vão manter em funcionamento são muito mais extensos do que se pensava. 

Além dos supermercados e dos restaurantes, fazem ainda parte da lista padarias, lojas de venda de jornais, tabaco e “jogos sociais” — raspadinhas, Euromilhões e lotarias —, assim como lojas de reparação de produtos eletrónicos, espaços de venda de produtos cosméticos e até lavandarias e floristas.

Em comunicado, a APCC garante que os seus associados vão cumprir, “a partir das 00h00 deste domingo (22 de março)”, as novas medidas decretadas pelo Governo para o período de estado de emergência de combate ao novo coronavírus.

Veja aqui a lista completa dos serviços essenciais que vão manter-se em funcionamento:

– Supermercados, hipermercados;

– Padarias;

– Restauração e bebidas (mas sem consumo nos Centros, apenas para take away ou entrega ao domicílio);

– Serviços médicos;

– Farmácias e locais de venda de medicamentos não sujeitos a receita médica;

– Estabelecimentos de produtos médicos e ortopédicos;

– Oculistas;

– Estabelecimentos de produtos cosméticos e de higiene;

– Estabelecimentos de produtos naturais e dietéticos;

– Serviços postais;

– Papelarias e tabacarias (jornais, tabaco);

– Jogos sociais;

– Clínicas veterinárias;

– Estabelecimentos de venda de animais de companhia e respetivos alimentos;

– Estabelecimentos de venda de flores, plantas, sementes e fertilizantes;

– Estabelecimentos de lavagem e limpeza a seco de têxteis e peles;

– Drogarias;

– Lojas de ferragens e estabelecimentos de venda de material de bricolage;

– Estabelecimentos de manutenção e reparação de veículos automóveis e motociclos, tratores e máquinas agrícolas, bem como venda de peças e acessórios e serviços de reboque;

– Estabelecimentos de venda e reparação de eletrodomésticos, equipamento informático e de comunicações e respetiva reparação;

– Serviços bancários, financeiros e seguros.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT