Lojas e marcas

Esta marca portuguesa criou máscaras sociais cool e certificadas

A Cooland juntou uma causa solidária à nova capanha: doa 1€ por cada acessório vendido.
Algumas das opções.

Estávamos em 2015 quando Hélder Barbosa criou a Cooland, uma marca portuguesa de óculos de sol unissexo e acessórios masculinos. Embora o negócio corresse bem — e já tivesse as suas propostas à venda não só online, como em várias lojas do País — este homem teve de se adaptar à nova realidade com a presença do coronavírus.

“Perante esta pandemia, as lojas encerraram e houve uma enorme quebra de faturação. Para fazer face a essa quebra, e em contacto com um dos meus fornecedores que tem uma fabrica certificada pelo Citeve para produção de máscaras, resolvi criar alguns padrões e lançar uma linha”, conta à NiT.

O feedback em pouco tempo tem sido tão positivo que alguns dos modelos acabaram por esgotar e tiveram de ser repostos. As máscaras sociais têm elásticos auriculares e ajuste metálico ao nariz, não embaciam óculos e são lavéveis a 60 graus com detergente.

O acessório tem várias camadas protetoras para mais de 25 lavagens (sem necessidade de substituição de filtros). Pode optar por por modelos monocromáticos em branco ou preto ou investir antes em padrões florais, polka dots, animal print ou com emojis.

Como outras marcas, a Cooland decidiu juntar uma causa solidária a esta iniciativa. Por isso, 1€ de cada máscara vendida reverte para ajudar quem mais precisa. Uma doação já foi feita a sem-abrigo do Porto.

A seguir, carregue na galeria para conhecer melhor esta coleção.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT