Beleza

Avon anuncia que não vai mais realizar testes em animais em todo o mundo

A novidade foi divulgada esta semana no site oficial da marca norte-americana.
A empresa existe desde 1986.

Há cada vez mais marcas cruelty free, ou seja, que não realizam testes de qualidade dos produtos em animais. Aquelas que não nascem com este conceito, têm vindo a transformar-se, como é o caso da Avon que, após 33 anos de existência, anunciou o fim destes testes. 

“A Avon terminou todos os testes em animais exigidos por regulamentações, tornando-se na primeira empresa global de beleza vendida na China a interromper todos os testes em animais de ingredientes e produtos em todas as suas marcas”, pode ler-se numa nota publicada no site oficial da marca a 12 de dezembro, mas que só agora foi divulgada ao público.

No início do ano, a empresa norte-americana já se tinha juntado à campanha #BeCrueltyFree da HSI para proibir testes com animais em cosméticos nos principais mercados globais de beleza. 

Agora, segundo a imprensa internacional, a marca passará a fazê-lo com recurso à aplicação de dados existentes, modelagem computacional e análises laboratoriais.

A PETA (People for the Ethical Treatment of Animals) já se manifestou sobre esta decisão: “A Avon Products já não testa em animais em nenhum lugar do mundo e está a implementar sistemas para garantir que nenhum dos seus fornecedores o faz. Quando este processo estiver concluído, a empresa será transferida para a nossa lista de marcas cruelty free.”

Na lista da associação mundial de defesa dos animais com as marcas que testam em animais ainda constam nomes bastante populares como a Clinique, Benefit, Estée Lauder, Makeup Forever, Maybelline, OPI e a Victoria’s Secret.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT