restaurantes

Yum Cha: o brunch de dim sum está de volta ao JNcQUOI Asia

A refeição começou a ser servida em fevereiro. Agora, regressa ao restaurante da Avenida da Liberdade todos os fins de semana.
Sábados e domingos já sabe.

Nas primeiras refeições depois da reabertura do JNcQUOI Asia, em Lisboa, tudo o que os clientes queriam era a famosa baba de rinoceronte. O doce de creme de chocolate, caramelo, doce de ovos, bolacha e nata sempre foi um dos mais pedidos daquele espaço. Até porque o brunch ainda não tinha a fama que merecia. Começou a ser servido em fevereiro e depois da pausa forçada está de volta ao menu dos fins de semana.

O Yum Cha, assim se chama esta opção de pequeno-almoço tardio, é servido aos sábados e domingos, entre o meio-dia e as 17 horas, em qualquer um dos espaços do JNcQUOI Asia. As várias propostas de dim sim, já que este é um brunch cantonês, podem ser pedidas na sala, no bar ou até no terraço. 

Nas opções destacam-se o Har Gow, um dim sum de camarão e castanha de água; Xiao Long Bao, um dim sum de porco e sopa; ou o Chicken Bao, o pão asiático cozido ao vapor com frango e legumes, O menu é sempre acompanhado com chá de jasmin. Para a sobremesa chega um sundae.

O menu custa 40€ por pessoa e a reservas podem ser feitas pelo bookatable@nulljncquoiasia.com ou pelo telefone 210 513 000.

O JNcQUOI Asia abriu no verão de 2019 e fica mesmo ao lado do original JNcQUOI, que também está na Avenida da Liberdade, mas continua encerrado. Tal como acontecia no anterior projeto da marca, a decoração é um dos seus grandes destaques — como se percebe nos perfis de Instagram dos clientes. Há, por exemplo, um esqueleto de dragão no teto, logo na sala principal, um mapa-mundi de azulejos portugueses e um terraço que o vai transportar para para uma qualquer rua movimentada da Ásia.

O menu custa 40€.

O restaurante reabriu em Lisboa a 18 de maio com novas medidas de segurança e higiene. À entrada existe um tapete desinfetante e solução alcoólica para as mãos. Os clientes são sempre conduzidos por um funcionário até à mesa. Os menus estão disponíveis em QR Code e os talheres são entregues em invólucros fechados.

O menu foi  reduzido. Além da tal baba de rinoceronte, mantém-se o bacalhau negro, do arroz de caranguejo, do pato à cantonês ou dos combinados de sushi e sashimi. 

Carregue na galeria para conhecer outros novos brunches que vale a pena visitar perto de si.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT